Tamanho do texto

Treinador será julgado novamente pela utilização de ponto eletrônico na partida contra o Fluminense, dia 25 de maio, pelo Campeonato Brasileiro

Cuca durante treino do Palmeiras
CESAR GRECO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Cuca durante treino do Palmeiras

O técnico Cuca voltará ao banco dos réus do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta quinta-feira, às 13 horas. O treinador será julgado novamente pela utilização de ponto eletrônico na partida contra o Fluminense, dia 25 de maio, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

LEIA MAIS:  Internacional lucra mais de R$ 1 milhão com venda de Pato

O comandante palmeirense foi suspenso por dois jogos no primeiro julgamento, ocorrido dia 2 de junho, mas o clube conseguiu um efeito suspensivo e, desde então, Cuca tem trabalhado livremente.

No jogo contra o Fluminense, o técnico estava suspenso pela expulsão do jogo contra a Ponte Preta e tentou, de um camarote do Allianz Parque, utilizar um aparelho eletrônico para conversar com membros da comissão técnica. Por causa da atitude, ele foi enquadrado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que fala em "assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras".

LEIA MAIS:  Flamengo fecha com sobrinho de Rivaldo

O departamento jurídico do Palmeiras alegou que o treinador tentou, mas não conseguiu utilizar o ponto, por isso, não deveria ser punido. Os auxiliares do treinador, Alberto Valentim e Cuquinha, também foram julgados e suspensos por duas partidas pelo mesmo motivo e ambos cumpriram a pena.

Assim, caso Cuca seja punido, um deles assumirá o comando da equipe na partida contra o Botafogo, domingo, às 18h30, na Ilha do Governador, pelo Campeonato Brasileiro.