Tamanho do texto

Palmeiras continua com 30% do total do atleta, que é pretendido por grandes clubes europeus

Gabriel Jesus, atacante do Palmeiras
Site oficial
Gabriel Jesus, atacante do Palmeiras


De olho em uma possível negociação milionária com algum clube do exterior, Gabriel Jesus conseguiu uma importante mudança na divisão dos seus direitos econômicos. Ele passou a ter 25% - detinha 15% -, o que fará o jogador ganhar mais quando deixar o Palmeiras.

O jornal O Estado de S.Paulo apurou que essa mudança ocorreu há cerca de um mês e a diferença saiu das mãos do empresário Cristiano Simões, que detinha 32,5% e agora fica com apenas 22,5%, mesma porcentagem de outro agente, Fabio Caran, que não participa das negociações. O Palmeiras continua com 30%.

Cristiano Simões também é quem gerencia a porcentagem referente ao garoto, mas, neste caso, eles possuem uma sociedade em uma empresa e o agente não pode fazer nenhum tipo de negociação com esses 25% sem a anuência de Gabriel Jesus.

A mudança ocorreu após o garoto pedir alterações na porcentagem por entender que achava justo ter uma maior fatia do bolo e ganhar mais caso uma transferência ocorra. Gabriel Jesus teve um aumento de salário desde que foi promovido, mas ainda não recebeu nenhuma premiação elevada em relação ao contrato, justamente por ter sido revelado pelo clube.

A reportagem entrou em contato com Cristiano Simões, mas ele disse que não iria se manifestar sobre o assunto. No Palmeiras, a decisão de Gabriel Jesus é vista com bons olhos, pois aumentam as chances de o clube conseguir comprar uma porcentagem maior dos direitos econômicos do atacante.

Além disso, Gabriel Jesus já deixou claro diversas vezes, até internamente, que não quer deixar o clube neste momento. A intenção é ficar, pelo menos, até o fim do ano e caso o Palmeiras conquiste uma vaga para a Copa Libertadores do ano que vem, ele ainda disputaria a competição continental.

COBIÇADO

Muitos clubes já manifestaram interesse no atleta, mas Barcelona, Real Madrid e Juventus parecem mais dispostos a levá-lo. Cristiano Simões conta com alguns “ajudantes” para negociar Gabriel Jesus. A empresa Energy Sports e o agente italiano Giovanni Branchini também participam das conversas. O empresário garante ainda não ter recebido nenhuma proposta oficial.

A multa de Gabriel Jesus é de 40 milhões de euros (R$ 153,9 milhões) e cinco equipes podem pagar apenas 24 milhões de euros (R$ 92,3 milhões) para levá-lo - casos de Barcelona, Real Madrid Bayern de Munique, Paris Saint-Germain e Manchester United. Suspenso, ele não joga o clássico contra o Santos, nesta terça-feira, no estádio Allianz Parque, em São Paulo.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.