Tamanho do texto

Ex-presidente da Fifa foi suspenso por seis anos após descoberta de pagamento indevido de US$ 2 mi a Platini

Joseph Blatter está suspenso do futebol por seis anos
Arquivo iG
Joseph Blatter está suspenso do futebol por seis anos

O recurso de Joseph Blatter contra a suspensão de seis anos de afastamento do futebol imposta pela Fifa já tem data para ser avaliado. Nesta sexta-feira, a Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) anunciou que a audiência sobre o caso foi agendada para 25 de agosto.

LEIA MAIS:  China negocia criação de torneio para rivalizar com Liga dos Campeões da Europa

Blatter foi punido após a descoberta de um pagamento de US$ 2 milhões (aproximadamente R$ 6,7 milhões) a Michel Platini sob a alegação de que o valor repassado ao ex-presidente da Uefa foi por um trabalho de consultor. Agora ele tentará reverter a punição na mais alta corte esportiva, em audiência marcada para Lausanne, sede do tribunal.

A audiência de Blatter ocorrerá mais de três meses após a CAS impor uma suspensão de quatro anos a Platini por conflito de interesses. O painel da CAS responsável pelo caso do ex-jogador disse, na época, que "não estava convencido da legitimidade" do pagamento a Platini. A alegação era de o valor correspondia ao complemento do salário não contemplado em um contrato por trabalhos como assessor presidencial de Blatter entre 1999 e 2002.

Ambos negam irregularidades e afirmam que eles tinham um contrato verbal para o pagamento adicional, que a Fifa não era obrigada a pagar, de acordo com a legislação suíça.

O Comitê de Ética da Fifa suspendeu anteriormente, em dezembro do ano passado, Blatter e Platini por oito anos. Depois, o comitê de apelações da Fifa reduziu em dois anos as sanções como compensação por seus serviços ao esporte.

Os detalhes sobre o pagamento surgiram em setembro de 2015, depois de Blatter anunciar sua decisão de deixar a Fifa, pressionado pelas investigações de corrupção da Justiça dos Estados Unidos e da Suíça envolvendo vários membros da entidade.

Investigadores foram até a sede da Fifa para interrogar Blatter e Platini depois de uma reunião do comitê executivo, e anunciaram que havia sido aberta uma ação judicial contra o suíço por suspeita de má gestão.

O caso também terminou com as aspirações de Platini de suceder seu antigo mentor como presidente da Fifa. Ele indicou em maio que apelará contra o veredicto da CAS na Suprema Corte da Suíça.