Tamanho do texto

Treinador espanhol foi apresentado neste domingo (3) à torcida do City ao lado do volante Gündogan

Pep Guardiola ao lado de Noel Gallagher, ex-Oasis e torcedor símbolo do Manchester City
Reprodução/Twitter
Pep Guardiola ao lado de Noel Gallagher, ex-Oasis e torcedor símbolo do Manchester City

Cinco meses depois de ser contratado, Pep Guardiola foi apresentado neste domingo (3) como novo técnico do Manchester City. O badalado treinador, que fez história principalmente pelo Barcelona e que vinha dirigindo o Bayern de Munique até a temporada passada, foi recebido com festa por cerca de seis mil torcedores no centro de treinamento do clube inglês.

Nas primeiras declarações, evitou falar sobre possíveis reforços mas descartou qualquer possibilidade de contratar o argentino Lionel Messi. A resposta foi dada a um torcedor que tentava interromper a entrevista pedindo a contratação do craque. "Não é um mau jogador este garoto", brincou. "Mas acredito que Messi permanecerá no Barcelona até o final da carreira".

Guardiola chega com um currículo repleto de títulos. São 22 no total, entre eles duas Liga dos Campeões. Começou em 2008 no Barcelona, no qual permaneceu até 2012. Depois foi para o Bayern de Munique e ficou até o final da temporada. Agora no City o objetivo é fazer o time jogar bem, com o tradicional toque de bola, marca de seu estilo de jogo.

"Tenho dito que vai ser difícil manter o estilo no Campeonato Inglês, mas fizemos isso no Barcelona e no Bayern de Munique. As pessoas talvez digam: 'Sim, você conseguiu porque era o Barcelona e o Bayern. Na Inglaterra isso não será possível'. Respondo ok, mas vou tentar."

Guardiola também disse que um dos motivos que o convenceu de acertar com o City foi a estrutura e a atenção dada para as categorias de base. "Quando assumi o time principal do Barcelona vi jogadores da base como Pedro e Busquets que evoluíram rapidamente. Se um jovem jogador tem habilidade e demonstra paixão para entrar no mundo do futebol, com certeza contarei com ele. Tudo depende da qualidade e da paixão", afirmou.

O evento neste domingo ainda serviu para apresentar o volante Gündogan, primeiro reforço para nova temporada. Ao lado de outros atletas, como o atacante Iheanacho, ele exibiu os novos uniformes, com o tradicional azul claro e o diferencial agora de ter as mangas em um tom de azul mais escuro.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas