Tamanho do texto

Criticado pelas escolhas, ministro do Esporte, Leonardo Piccianni anunciou no fim de semana a escolha de Luiz Lima para a Secretaria de Esporte de Alto Rendimento

O Diário Oficial da União desta terça-feira traz a exoneração de Ricardo Crachineski Gomyde (PCdoB-PR) do cargo de secretário Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor. Isso abre caminho para que o ministro do Esporte, Leonardo Picciani (PMDB-RJ), confirme ex-deputado estadual mineiro Gustavo Perrella (SD) como novo secretário das questões ligadas ao futebol.

Deputado Gustavo Perrella deve assumir pasta no Ministério do Esporte
DENILTON DIAS / O TEMPO
Deputado Gustavo Perrella deve assumir pasta no Ministério do Esporte

A troca envolve dois dirigentes ligados a clubes de futebol. Ricardo Crachineski estava no cargo há apenas um mês e meio, tendo sido nomeado pelo ministro interino Ricardo Leyser (PCdoB-SP) em abril. Ele foi presidente da secretaria estadual de Esporte do Paraná, deputado estadual e, no ano passado, foi derrotado em eleição para a presidência da Federação Paranaense de Futebol (FPF), com apoio de Atlético-PR e Coritiba.

Ele será substituído por Gustavo Perrella, filho do senador Zezé Perrella, ex-presidente do Cruzeiro. Os dois ocuparam o noticiário em novembro de 2013, quando Polícia Federal apreendeu meia tonelada de cocaína em um helicóptero pertencente à família Perrella. A Justiça não viu envolvimento deles com o caso.

Na semana passada, Picciani nomeou Vanderley Alves dos Reis Júnior, conhecido como Vandinho Pitbull, filho do cantor Wando, como assessor especial no Ministério. Ele já foi condenado por porte ilegal de armas e de drogas e dupla tentativa de homicídio.

Criticado pelas escolhas, Picciani anunciou no fim de semana a escolha de Luiz Lima para a Secretaria de Esporte de Alto Rendimento. Lima disputou duas Olimpíadas nos 400m livre e 1.500m livre na natação e segue sendo um dos grandes nomes das maratonas aquáticas no País, agora nadando provas amadoras.