Tamanho do texto

A equipe do Shandong Luneng vinha de uma série negativa, com apenas uma vitória nos últimos dez jogos

Mano Menezes foi demitido na China
Divulgação
Mano Menezes foi demitido na China


Dois dias após a demissão de Vanderlei Luxemburgo, o técnico Mano Menezes também se despediu de um clube chinês. O ex-treinador da seleção brasileira deixou o comando do Shandong Luneng depois de reunião com a diretoria do time, nesta terça-feira.

Mano chegou ao clube chinês em dezembro do ano passado, deixando o Cruzeiro para substituir Cuca no time asiático. Ele assinara contrato de dois anos. No entanto, a sequência de resultados ruins nas últimas semanas fez a diretoria do Shandong decidir pela abreviação do vínculo.

E MAIS

Em má fase, Luxemburgo é demitido de time da segunda divisão chinesa

A equipe chinesa vinha de uma série negativa, com apenas uma vitória nos últimos dez jogos. Com este retrospecto recente, o time ocupa somente o 14º lugar do Campeonato Chinês. Por outro lado, Mano levou o Shandong às quartas de final da Liga dos Campeões da Ásia.

"Depois de seis meses de trabalho, o que marca é a inédita classificação do clube entre os 8 melhores da Champions Asiática 2016, que terá suas quartas de final disputadas no segundo semestre", destacou o treinador, em comunicado.

Em sua despedida, Mano agradeceu ao clube e aos fãs chineses. "Agradecemos aos jogadores, ao clube pela oportunidade, à torcida pelo apoio e à imprensa pela cobertura correta e equilibrada da nossa passagem pelo futebol chinês. Sobretudo, desejamos sucesso ao Shandong Luneng na sequência do trabalho!", declarou.

Foi a segunda demissão de um técnico brasileiro em apenas dois dias. No domingo, Vanderlei Luxemburgo deixou o comando do Tianjin Quanjian, que disputa a segunda divisão no futebol chinês. O treinador vinha sendo questionado pelo fraco desempenho do clube na competição (está em oitavo lugar) e caiu dois dias após a derrota para o Dalian Yifang, por 2 a 1.