Tamanho do texto

Ex-jogador de Palmeiras e Corinthians conta que ainda pensa em atuar profissionalmente no Brasil ou até mesmo no exterior

Amaral jogou no Capivariano em 2015
Reprodução
Amaral jogou no Capivariano em 2015


No auge dos seus 43 anos de idade, o volante Amaral ainda não dá a carreira como encerrada e espera uma nova oportunidade para voltar aos gramados. Em entrevista ao "Rede Família Esporte", programa da "Rede Família de Televisão", o veteraníssimo jogador contou, com muito bom humor, que ainda tem condições de atuar profissionalmente.

"Se tiver uma boa proposta eu volto, ainda dá para jogar. Hoje eu conheço os atalhos do campo, isso ajuda bastante. Estou jogando no máster e lá eu jogo sério, nada de brincadeira. Vai que um empresário da China vai assistir", brincou.

Confira a lista de atletas que adiaram a aposentadoria:


Amaral já tem 20 anos de carreira no futebol, com passagens de sucesso por Palmeiras, Corinthians, Vasco, Grêmio, Parma (ITA), Benfica (POR) e muito outros clubes, além da seleção brasileira, onde foi medalha bronze nas Olimpíadas de Atlanta em 1996. Seu último clube foi o Capivariano, de São Paulo, onde atuou em 2015.

Para o volante, atuar no Brasil é mais difícil do que no exterior, pois o Campeonato Brasileiro é um dos mais disputados. "O Brasileirão é muito complicado. Um dos mais difíceis do mundo, pois toda partida é um clássico. Acho que todo o jogador, mesmo estrangeiro, gostaria de atuar aqui. Eu faço inveja. Já ganhei três. E isso foi só marcando, imagina se eu tivesse jogado", finalizou o irreverente Amaral.

    Leia tudo sobre: futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.