Tamanho do texto

Zagueiro foi flagrado em exame antidoping feito após a partida contra o Santos, dia 6 de março, na Vila Belmiro, pelo Paulistão

Yago, zagueiro do Corinthians
CORINTHIANS/DIVULGAÇÃO
Yago, zagueiro do Corinthians

O julgamento do zagueiro Yago, do Corinthians, que cumpre suspensão por doping desde o dia 10 de maio, foi remarcado desta segunda-feira para o próximo dia 6 de junho. Uma sessão estava marcada para acontecer neste 30 de maio no Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paulista de Futebol, mas foi adiada a pedido do relator do processo, Luiz Roberto Martins Castro, que solicitou o prazo para estudar melhor o caso envolvendo o defensor corintiano.

Leia

Prestes a fazer 100 anos, Plaza Colonia vai da Série B ao título uruguaio

Lugano não cogita saída de Maicon, mas cobra maturidade após discussão

Desta forma, Yago segue desfalcando o Corinthians depois de ter sido suspenso de forma preventiva por 30 dias. Ele foi flagrado em exame antidoping feito após a partida contra o Santos, em 6 de março, na Vila Belmiro, que detectou a substância betametasona, utilizada para combater uma inflamação no joelho. O medicamento é permitido pela Fifa desde que não seja ministrado de forma intravenosa.

Depois do confronto válido pelo Paulistão, Yago foi suspenso depois que a contraprova do exame realizado também indicou resultado positivo. Antes disso, o próprio clube revelou a existência do caso de doping logo depois de o Corinthians ser eliminado pelo Audax na semifinal do Paulistão, no dia 23 de abril, quando o chefe do departamento médico do clube, Joaquim Grava, assumiu a dupla pela reprovação do atleta no teste antidoping.

Naquele mesmo dia, Yago defendeu o Corinthians no empate por 2 a 2 com a equipe de Osasco, no Itaquerão, onde o time visitante acabou avançando à decisão do Paulistão nas cobranças por pênaltis. Antes de ser afastado e depois suspenso, o atleta vinha de uma boa sequência como titular da zaga após a saída de Gil para o futebol chinês.

Sem poder contar com Yago, Tite vem escalando a sua dupla de zaga com Vilson ao lado do titular absoluto Felipe, pois o treinador não conta com Balbuena, que está com a seleção paraguaia que se prepara para a disputa da Copa América Centenário, em junho, nos Estados Unidos.