Tamanho do texto

Volante garantiu que nunca foi desleal na sua carreira e lembrou que só foi expulso três vezes como profissional

Lucas Romero, volante do Cruzeiro
Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Lucas Romero, volante do Cruzeiro

Expulso na partida de estreia do Cruzeiro  no Campeonato Brasileiro - a derrota por 1 a 0 para o Coritiba  no último sábado -, o volante Lucas Romero se pronunciou sobre a agressão ao venezuelano César González e pediu desculpas por ter pisado nas costas do adversário, que estava caído no chão, reconhecendo que cometeu um ato desmedido.

Leia

Diego Aguirre deixa o Atlético-MG após eliminação na Libertadores

Recuperado e driblando a ansiedade, Dudu reforça o Palmeiras neste sábado

"Quero pedir desculpas ao González pela falta, não foi com nenhuma intenção de machucá-lo. Sou um boa pessoa e nunca tive um acontecimento dessa maneira. Acho que foi desmedido. Reconheço que errei, não sou uma pessoa violenta e nunca tive nenhuma reação assim", declarou o argentino.

Apesar do pedido de desculpas, a ação violenta pode custar caro a Romero. O argentino foi denunciado no artigo que trata de prática de agressão física durante a partida do Código Brasileiro de Justiça Desportiva pela procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva e pode ser suspenso por quatro a 12 partidas.

Romero, do Cruzeiro, pisou em César González, do Coritiba
Reprodução
Romero, do Cruzeiro, pisou em César González, do Coritiba

Admitindo o seu erro, Romero garantiu que nunca foi desleal na sua carreira, lembrando que só foi expulso três vezes como profissional, iniciada no Vélez Sarsfield - no início do ano, o volante trocou o clube argentino pelo Cruzeiro.

"Sou um jogador que sempre joga forte, mas sempre na bola, nunca fui mal intencionado. Tenho mais de 100 jogos como profissional no Vélez Sarsfield, no Cruzeiro e na seleção argentina e apenas três expulsões, e foram por situações normais de jogo, nunca tinha tido sido dessa forma. Reconheço que agi mal, mas não sou um jogador violento e as pessoas que me conhecem sabem como eu sou, por isso reitero o meu pedido de desculpas, primeiramente ao González, e também ao torcedor cruzeirense por ter agido daquela maneira", finalizou.

De qualquer modo, Romero já está fora do próximo compromisso do Cruzeiro no Brasileirão, o duelo do próximo sábado com o Figueirense, às 21 horas, no Mineirão. O lateral-direito Lucas também foi expulso diante do Coritiba e, assim, será outro desfalque da equipe mineira no fim de semana.