Tamanho do texto

Time dirigido por Brian Clough foi campeão nacional na temporada 1977/1978, um ano após chegar à elite inglesa

Leicester levantou a taça do Campeonato Inglês no último sábado
MATT DUNHAM/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Leicester levantou a taça do Campeonato Inglês no último sábado

A conquista do título do Campeonato Inglês pelo Leicester foi sem dúvida um dos momentos mais surpreendentes da história do futebol, mas já ocorreram feitos ainda maiores. Essa é a opinião do técnico do próprio Leicester, o italiano Claudio Ranieri, que revelou inspiração para os próximos anos nos feitos alcançados pelo Nottingham Forest no final da década de 1970.

Leia 

Milan assina acordo para negociar venda do clube a investidores chineses

Bayern de Munique confirma a contratação de Hummels, do rival Borussia Dortmund

Apenas um ano após conseguir o acesso à elite do futebol da Inglaterra, o Nottingham Forest se tornou campeão nacional na temporada 1977/1978. E o time dirigido por Brian Clough não parou nisso, pois foi campeão europeu na sequência, nas temporadas 1978/1979 e 1979/1980.

"Não. O Nottingham Forest foi o maior, porque eles ganharam o título e a Taça dos Campeões Europeus (a atual Liga dos Campeões), após terem sido promovidos. Espero atingir esse mesmo nível em poucos anos", afirmou Ranieri em entrevista ao jornal esportivo italiano Gazzetta dello Sport.

Ranieri revelou que a derrota para o Arsenal por 2 a 1, quando o seu time estava com um jogador a menos, em 14 de fevereiro, foi um dos indicativos de que o Leicester seria campeão inglês, pelo comportamento do seu time em campo.

"Depois que ganhamos fora de casa contra o Manchester City, mas especialmente depois de termos perdido no último minuto contra o Arsenal. Eu lembro que eu disse ao meu assistente que poderíamos ganhar, graças ao nosso espírito", afirmou.

O técnico do Leicester explicou que em conversas com o dono do clube, Vichai Srivaddhanaprabha, não solicitou a contratação de jogadores renomados e caros para a próxima temporada. Para ele, será mais importante investir em nomes que se adaptem ao estilo da equipe.

Ranieri revelou inspiração em outro clube inglês
DPPI/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Ranieri revelou inspiração em outro clube inglês

"Eu disse a ele para esquecer esta temporada, já que não seremos capaz de repeti-la. Eu não quero grandes jogadores caros que irão dividir o vestiário. Quero jogadores que irão mostrar o mesmo espírito que temos agora", comentou.

Ranieri também não revelou grande interesse em voltar a dirigir uma seleção, após fracassar à frente da Grécia exatamente antes de assumir o Leicester, mas reconheceu que sua postura será diferente caso receba um convite da Itália no futuro.

"Eu admito que estava curioso para treinar uma seleção nacional, mas o meu tempo com a Grécia foi suficiente. No entanto, com a Itália seria diferente. Eu não vou excluir que isso poderia acontecer um dia", explicou.