Tamanho do texto

Um dia após a inédita conquista ser confirmada, mesmo sem jogar, time inglês retornou aos trabalhos, enquanto técnico recebeu elogios de conterrâneos

Estadão Conteúdo

Claudio Ranieri, técnico campeão inglês com o Leicester
JON SUPER/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Claudio Ranieri, técnico campeão inglês com o Leicester

O técnico italiano Claudio Ranieri, que teve a maior conquista de sua carreira ao ganhar o título do Campeonato Inglês com o Leicester City, recebeu os cumprimentos de diversos craques italianos nesta terça-feira (03).

O ídolo da Roma, Francesco Totti, afirmou que o treinador "foi verdadeiramente um dos grandes" e disse que Ranieri "merece toda essa alegria". O atacante foi treinado pelo italiano durante a passagem dele pela Roma, entre os anos de 2009 e 2011.

Leia

Descobridor de Mahrez vibra com título do Leicester: 'É uma bela história'

No sofá, jogadores do Leicester comemoram título inglês após empate do Tottenham

Já outra lenda do futebol, o goleiro da Juventus, Gianluigi Buffon, agradeceu o técnico por seu trabalho. "Obrigado, treinador por nos mostrar que não devemos jamais deixar de sonhar", escreveu Buffon em seu Twitter. Outro jogador da Juventus, Claudio Marchisio, também parabenizou o técnico através das redes sociais e disse que a conquista foi "lendária".

Quem também falou sobre a conquista de Ranieri foi o atual técnico da Juventus, Massimiliano Allegri. "A organização da escola italiana conquista a Premier League. Bravo, Claudio Ranieri e cumprimentos ao Leicester. Nos vemos na Champions", disse o atual campeão italiano sobre a próxima temporada europeia.

Conhecido por seu temperamento forte, o treinador português José Mourinho também elogiou o trabalho feito no clube inglês. "Eu perdi o título pela vantagem de Claudio Ranieri e é com grande emoção que vivo este momento mágico de sua carreira. Quero parabenizar todos aqueles que fazem parte do Leicester: jogadores, equipe técnica, proprietários e torcedores", disse o português - que foi demitido do Chelsea no meio da temporada.

Os dois tiveram problemas enquanto atuaram juntos na Itália, sendo que Mourinho tinha dito que Ranieri era "velho demais para mudar suas ideias" e tinha criticado o fato do italiano "de 70 anos ter conquistado apenas uma pequena copa", em referência ao título da Copa da Itália conquistado pela Fiorentina. Porém, os dois fizeram as pazes durante essa atual passagem pela Inglaterra.

O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, também usou o Twitter para parabenizar o treinador. "A maior vitória da história do futebol inglês foi guiada por um italiano. Grande Leicester, grandíssimo técnico Ranieri", postou.

O italiano é tido como um "azarado" em seu próprio país e nunca havia vencido um título de expressão. Até então, suas maiores conquistas eram uma Supercopa da Uefa, pelo Valência, e a Copa da Itália. Em sua carreira, tem passagens decepcionantes por Juventus, Roma, Inter de Milão, Monaco e Grécia.

Porém, o trabalho realizado no Leicester nesta temporada serve para por uma pedra sobre esse passado. Com uma campanha impecável - 22 vitórias, 11 empates e três derrotas -, o Leicester foi de azarão para um campeão incontestável em seu primeiro título em 132 anos. Na próxima temporada, o clube disputará pela primeira vez a Liga dos Campeões da Europa e terá a oportunidade de se firmar entre os bons clubes ingleses.

Sem descanso

Mesmo sendo os primeiros jogadores a darem um título nacional ao Leicester em 132 anos de história, eles não conseguiram fugir da rotina de treinos nesta terça-feira. Após a festa até tarde da noite, a equipe deixou as cervejas e a comemoração de lado para voltar a treinar, se preparando para os dois últimos jogos de uma das mais surpreendentes temporadas da história do Campeonato Inglês.

O Leicester conquistou o título sem jogar na última segunda-feira, assistindo na casa do artilheiro Jamie Vardy o empate do segundo colocado Tottenham com o Chelsea, por 2 a 2. "Espero que esteja tudo bem na casa de Vardy", afirmou Wes Morgan, o capitão do time.

Torcedores do Leicester comemoram título inglês
JOE GIDDENS/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Torcedores do Leicester comemoram título inglês

Torcedores com faixas e bandeiras de "campeões" se reuniram em frente ao centro de treinamento do Leicester, se misturando aos inúmeros jornalistas e bloqueando os arredores da região, dando um clima de festa ao dia seguinte ao título do clube.

Na segunda divisão há dois anos, o Leicester lutou contra o rebaixamento na temporada passada e agora se tornou campeão da mais rica liga do mundo. A tarefa de Claudio Ranieri, quando foi contratado para ser técnico em julho de 2015 era apenas manter o Leicester na primeira divisão. Agora, aos 64 anos, o italiano conquistou o maior título da sua carreira.

"A emoção está no nível máximo", disse Ranieri, que foi demitido do seu último trabalho, na seleção grega, em 2014. "Isso significa que o trabalho é bom. Eu estou muito, muito feliz agora, porque talvez se eu tivesse ganho este título no início do minha carreira, talvez eu iria esquecer. Agora eu sou um homem velho. Eu posso sentir isso muito melhor".

Jogadores do Leicester treinaram normalmente após o título
JOE GIDDENS/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Jogadores do Leicester treinaram normalmente após o título

O troféu será entregue ao Leicester no próximo sábado, quando o time recebe o Everton, pela penúltima rodada do Campeonato Inglês, que no seu início tinha o clube como cotado ao rebaixamento. Em vez disso, o time agora vai se preparar para a primeira participação na Liga dos Campeões da Europa.

"Nós tornamos vários sonhos em realidade", disse o meio-campista Danny Drinkwater. "Isto não parece real, mas nós fizemos isso. Nós estamos aqui para ficar", concluiu o campeão inglês.