Tamanho do texto

Entidade que controla o futebol europeu irá realizar testes da permissão da quarta substituição em caso de tempo extra

Uefa vai testar a quarta substituição
Divulgação
Uefa vai testar a quarta substituição

Em preparação para o Congresso da Uefa na terça-feira, o Comitê Executivo da entidade decidiu nesta segunda testar a quarta substituição em partidas de torneios juvenis e femininos. O teste terá início ainda neste ano, em duas competições: a Eurocopa Sub-19, na Alemanha, e a Euro Sub-19 Feminina, na Eslováquia.

No próximo ano, três competições contarão com a quarta substituição ainda em fase de testes: a Eurocopa Sub-19, na Geórgia, a Euro Sub-19 Feminina, na Irlanda do Norte, e a Eurocopa Sub-21, na Polônia. A substituição extra será liberada somente na prorrogação dos jogos. Por esta razão, poderá ser testada apenas nas fases finais destes torneios.

Futebol: Vardy é eleito o melhor jogador do Campeonato Inglês pelos jornalistas

Com a decisão, que deve ser aprovada pelo Congresso da Uefa desta terça, a entidade segue as recentes determinações da Fifa. Em março, na primeira reunião do Comitê Executivo sob o comando de Gianni Infantino, a entidade máxima do futebol não apenas liberou testes como também decidiu aplicar a decisão nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, no Mundial de Clubes, no fim do ano e no Mundial Sub-20 Feminino, na Papua Nova Guiné..

A proposta já havia sido aprovada pela International Board, entidade que gerencia as regras da modalidade.

    Leia tudo sobre: Futebol