Tamanho do texto

Logo do banco estatal volta ao uniforme já neste sábado, nas quartas de final do Paulistão, diante do Red Bull Brasil

Elias, meia do Corinthians
Divulgação
Elias, meia do Corinthians


O Corinthians anunciou nesta quarta-feira que fechou um acordo com a Caixa Econômica Federal para ser a patrocinadora master do seu uniforme. O novo contrato com o banco estatal é de 12 meses e renderá R$ 30 milhões ao clube paulista, de acordo com a nota oficial divulgada.

O logo do banco estatal volta ao uniforme corintiano já neste sábado, nas quartas de final do Campeonato Paulista, diante do Red Bull Brasil, no Itaquerão. Neste ano, porém, a marca estará somente na parte frontal do uniforme, diferente de 2015, quando também aparecia acima do número dos jogadores, nas costas.

E MAIS

Corinthians ganha espaço em Itaquera e pode bater recorde de público no sábado

O novo contrato, porém, libera a diretoria corintiana a buscar novos patrocinadores tanto para a parte posterior como para a barra da camiseta, o que era vetado anteriormente. Assim, o clube poderá conseguir receitas extras em comparação ao ano passado.

As negociações entre Corinthians e Caixa se estenderam por longo período, pois o clube não concordava em receber o valor pago na última temporada. Assim, a liberação de outras partes do uniforme acabou resolvendo o impasse que levou o clube a disputar várias partidas sem um patrocinador master, pois o contrato anterior se encerrou em 24 de fevereiro.

"Através de toda a negociação e com a paciência necessária em um processo como este, conseguimos mostrar para o nosso parceiro o reposicionamento da marca Corinthians no patamar que ela merece. Foi uma vitória para o clube, que nas ultimas renovações não havia conseguido incrementar o valor da propriedade, e uma vitória para o parceiro que continuará com grande exposição e tendo alto retorno sobre o investimento", disse Gustavo Herbetta Superintendente de Marketing do Corinthians.

Antes de acertar um novo acordo com a Caixa, o Corinthians já contava com o patrocínio da Nike, a sua fornecedora de material esportivo, da Winnerplay.net, da Special Dog e da TIM.

A renovação do acordo com o Corinthians se dá apenas um dia após a Caixa acertar um novo contrato com o Vasco por R$ 7,5 milhões. Além disso, o banco estatal também patrocina Flamengo (R$ 25 milhões), Atlético-MG, Cruzeiro (R$ 12,5 milhões cada), Vitória, Sport, Coritiba, Atlético-PR (R$ 6 milhões cada), Figueirense, Chapecoense (R$ 4 milhões) e CRB (R$ 1 milhão). Com exceção dos alagoanos e do Vasco, todos os demais clubes estão na elite do futebol brasileiro.