Tamanho do texto

Cerimônia de cremação será apenas para familiares e amigos

Homenagem a Cruyff na conta oficial do Twitter
Reprodução/Twitter
Homenagem a Cruyff na conta oficial do Twitter

Corpo do holandês Johan Cruyff, que morreu na quinta-feira (24), será cremado nesta sexta (25) em uma cerimônia apenas para amigos e familiares em Barcelona, informa um comunicado divulgado no site da fundação de Cruyff. 

A lenda do futebol lutava contra um câncer de pulmão e faleceu na Espanha. Ele tinha 68 anos. 

Leia mais:

Lenda do futebol holandês, Johan Cruyff morre aos 68 anos de idade

Romário lamenta a morte de Cruyff: 'Um amigo e o melhor treinador que tive'

Ex-jogadores e clubes lamentam morte de Johan Cruyff, vítima de câncer

"A família está fazendo preparativos para uma despedida privada a Johan como seu amado marido, pai, avô e amigo. Mais uma vez, pedimos respeito à privacidade da família nesse período emocional e sensível", diz o comunicado. 

A nota ainda reconhece que os clubes Barcelona e Ajax, onde Cruyff fez história, fará tributos ao ex-jogador e também agradece, em nome da família do craque, todas as homenagens recebidas. 

Jordi Cruyff, filho do ídolo holandês, também mandou recado: "Em nome da minha mãe, irmãs e do restante da família, eu gostaria de dizer obrigado por todo o amor, palavras gentis e memórias que foram compartilhados conosco desde ontem, mas também durante os últimos meses. Nos tocou profundamente que Johan fosse uma inspiração tão grande para muitos de vocês. Gostaríamos de expressar agradecimentos especiais a todos médicos e equipe médica que nos deram apoio até o fim". 

Homenagens no Barcelona

O clube catalão decidiu abrir um espaço no Camp Nou para que os torcedores possam manifestar seu carinho pelo craque Johan Cruyff nos próximos dias. De acordo com a diretoria do Barcelona, uma parte do estádio será disponibilizada a partir deste sábado (26) para as homenagens. Os torcedores que quiserem realizar um último tributo ao ídolo terão acesso liberado até a próxima terça-feira.

O presidente da região da Catalunha, Carles Puigdemont, já confirmou presença na abertura do memorial. Os jogadores do Barcelona deverão prestar suas homenagens na terça-feira, uma vez que boa parte deles está a serviço de suas seleções nacionais durante esta data Fifa.

*com informações do Estadão Conteúdo