Tamanho do texto

"Eu quero continuar aqui. Não existe nenhum outro time, nada que vai muda minha ideia. Eu sou feliz aqui", afirmou o italiano

Claudio Ranieri, técnico do Leicester
Reprodução/Twitter
Claudio Ranieri, técnico do Leicester

Cotado para assumir a seleção da Itália depois da Eurocopa, o técnico Claudio Ranieri quer continuar seu trabalho no Leicester City. Líder do Campeonato Inglês , o treinador concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira e negou a possibilidade de treinar a seleção italiana, afirmando que seu desejo é se aposentar no Leicester.

Leia

Hodgson chama Inglaterra para amistosos e dá chance a meio-campista do Leicester

Após Platini, Blatter tambem apela ao CAS contra suspensão da Fifa

"Eu quero continuar aqui. Não existe nenhum outro time, nada que vai muda minha ideia. Eu sou feliz aqui", garantiu Ranieri, que chegou ao Leicester no começo da temporada e tem contrato por três anos. "Estou apenas começando a construir este projeto. Se o dono do clube (o tailandês Vichai Srivaddhanaprabha) está feliz comigo, eu estou feliz com ele também", disse.

Aos 64 anos, o treinador italiano disse que não se vê fazendo outro trabalho na carreira. "Se tudo acontecer como previsto, esse será meu último trabalho. Quero ficar aqui o maior tempo possível e nenhuma equipe vai mudar isso".

Ranieri tem um currículo invejável, tendo já treinado Napoli, Fiorentina, Valecia, Atlético de Madrid, Chelsea, Parma, Juventus, Roma, Inter de Milão e Monaco, entre outros. Os títulos, entretanto, foram poucos, especialmente neste século.

O italiano vinha de um péssimo trabalho à frente da seleção da Grécia, no segundo semestre de 2014, demitido após quatro jogos (um empate e três derrotas). Agora, era cotado para assumir a Itália, uma vez que Antonio Conte vai deixar o cargo depois da Eurocopa.