Tamanho do texto

Zagueiro está lesionado desde o dia 13 de fevereiro, já os atacantes estão recuperados e Guss Hiddink poderá usa-los

Diego Costa em treino do Chelsea
DIVULGAÇÃO/CHELSEA
Diego Costa em treino do Chelsea

Uma dos principais líderes do Chelsea , o zagueiro John Terry voltou a se ausentar em treino do time nesta terça-feira e deve ser desfalque novamente na Liga dos Campeões , como aconteceu no jogo de ida das oitavas de final, contra o Paris Saint-Germain . A partida da volta será disputada nesta quarta, no Stamford Bridge, em Londres.

Terry perdeu os últimos cinco jogos do Chelsea por causa de uma lesão no tendão. Ele está machucado desde o dia 13 de fevereiro. Sem novidades do departamento médico, o mais provável é que o zagueiro não esteja em campo novamente para tentar ajudar seu time a reverter a derrota de 2 a 1, sofrida no jogo de ida.

Leia mais

"Diego Costa é um bom rapaz, mas usa táticas de guerra", diz Verratti
Pato é uma das contratações mais inúteis do Inglês, aponta jornal

Em compensação, o técnico Gus Hiddink terá boas novidades em campo. Diego Costa e Pedro voltaram a treinar nesta terça. O brasileiro naturalizado espanhol ficou fora do empate com o Stoke City, no sábado, em rodada do Campeonato Inglês, em razão de uma lesão no tendão. Pedro, por sua vez, está recuperado de contusão muscular.

Outro reforço será o jovem brasileiro Kenedy, totalmente reabilitado de uma lesão na virilha. O colombiano Falcao Garcia também treinou, mas não será reforço na quarta. Como estava lesionado desde outubro, não foi incluído na lista de inscritos na Liga dos Campeões.

Gus Hiddink fechou a maior parte do treino desta terça, sem indicar qual será o time que vai enfrentar o PSG de Zlatan Ibrahimovic nesta quarta. O técnico holandês só liberou para a imprensa os primeiros minutos de atividade, utilizados somente para o aquecimento dos jogadores.