Tamanho do texto

Meia era o único remanescente do time campeão do mundo de 1998. Veja onde estão os principais nomes da equipe

França foi a campeã do mundo de 1998
Reprodução
França foi a campeã do mundo de 1998

A melhor e mais forte geração de jogadores de futebol francesa perdeu na última quinta-feira o seu último representante que ainda estava em atividade. Robert Pires que estava no FC Goa, anunciou sua aposentadoria e encerrou a lista dos campeões do mundo de 1998 em atividade . O meia foi reserva em grande parte do torneio, mas se tornou um dos principais nomes do selecionado francês nos anos seguintes.

Com uma campanha incrível de um empate e seis vitórias, incluindo uma goleada na final contra o Brasil, a seleção francesa conquistou o mundo jogando em sua casa e surpreendeu o mundo com uma geração talentosa e que trouxe muitos frutos ao futebol do país, que ainda conquistaria a Euro de 2000.

Leia também:

+ Suspenso do futebol, Jobson provoca imbróglio em torneio amador no Pará

+ "Não sou bonitinha", diz surfista brasileira sobre dificuldade em ter patrocínio

+ Comemoração de cesta transforma loira em rainha do Miami Heat na NBA. Veja fotos

Depois da aposentadoria muitos viraram técnicos e alguns se arriscaram em carreiras inusitadas. O iG Esporte mostra para você por onde andam os principais jogadores que atuaram na final contra o Brasil e que levaram ao franceses ao topo do mundo.

A julgar pelos ex-companheiros, Robert Pirés terá uma gama bem eclética de opções profissionais agora que deixou o futebol.

Aimé Jaquet

Aimé Jaquet foi o técnico da França campeã do mundo em 1998
Divulgação_Fifa
Aimé Jaquet foi o técnico da França campeã do mundo em 1998


O técnico da equipe campeã do mundo de 1998 foi volante do Saint-Étienne e do Lyon. Deixou os campos para ser técnico do Lyon. Passou por Bordeuax, Montpellier e Nancy antes de assumir o selecionado francês em 1993. Largou a carreira de técnico logo após o título de 1998 e passou a ser diretor de futebol francês, cargo que deixou para aposentadoria definitiva em 2006.

Fabien Barthez
Um dos grandes destaques da conquista da francesa, o goleiro Barthez se aposentou em 2008 e passou a se dedicar ao automobilismo. Em 2013, sagrou-se campeão francês de Grand Turismo. Atualmente é diretor geral do Luzenac Ariège Pyrénées.

Bixente Lizarazu

Lizarazu conquistou o europeu de Jiu-Jitsu após a sua aposentadoria
Reprodução
Lizarazu conquistou o europeu de Jiu-Jitsu após a sua aposentadoria


Talvez o caso mais curioso do pós-aposentadoria, o lateral esquerdo que atuou por Bordeux, Olympique de Marseille, Athletic Bilbao e Bayern de Munique se aposentou ainda em 2006, quatro dias após o anuncio oficial de Zidane. Após o término de sua carreira profissional, Liza se dedicou ao jiu-jitsu e se sagrou campeão europeu da modalidade em 2009.

Marcel Desailly
O zagueiro Desailly teve uma carreira sólida com passagens pelo Olympique de Marseille, Milan e Chelsea. Se aposentou em 2006 após uma passagem pelo futebol do Catar. Comentou a Copa do Mundo de 2006 por uma tv francesa. Hoje se dedica ao aprendizado para se tornar treinador.

Frank Leboeuf
Responsável por substituir o suspenso Laurent Blanc na defesa francesa na partida final, o zagueiro Frank Leboeuf fez grande parte de sua carreira atuando no Chelsea "Pré-Abramovich". Após se aposentar em 2005, o zagueiro atuou alguns anos em um time amador de Hollywood enquanto tentava se tornar ator. Atuou em filmes como "Tomando Partido" e "A Teoria de Tudo". Atua também como comentarista esportivo.

Laurent Blanc

Laurent Blanc é técnico do PSG. Ex-zagueiro já treinou a seleção francesa
Arquivo iG
Laurent Blanc é técnico do PSG. Ex-zagueiro já treinou a seleção francesa


Autor do primeiro gol de ouro da história das Copas do Mundo em partida das oitavas de final contra o Paraguai, o zagueiro Laurent Blanc passou por Napoli, Barcelona, Olympique, Internazionale antes de se aposentar no Manchester United em 2003. Em 2007 assumiu o comando técnico do Bordeaux, permanecendo até 2010, quando foi convidado para assumir o comando da seleção francesa. Depois de dois anos, deixou o cargo após a eliminação na Euro de 2012. Em 2013 assumiu o comando técnico do PSG, cargo que ocupa até hoje.

Lilian Thuram
Herói francês na semifinal contra a Croácia, o lateral direito Lilian Thuram teve uma carreira sólida em clubes como Mônaco, Parma, Juventus e Barcelona. Encerrou a carreira em 2008 para se dedicar ao futebol amador. Hoje também leva a bandeira da luta contra o racismo no esporte.

Didier Deschamps

Capitão em 1998, Didier Deschamps é o atual técnico da seleção francesa
Getty Images
Capitão em 1998, Didier Deschamps é o atual técnico da seleção francesa


Responsável por erguer a taça de campeão do mundo em 1998, Didier Deschamps era um volante de extrema qualidade e com uma carreira consolidada em clubes como Bordeux, Juventus, Chelsea e Valencia. Se aposentou em 2001 para se tornar técnico do Mônaco. Passou por Juventus e Marseille antes de, em 2012, assumir o comando da seleção francesa no lugar do ex-companheiro Blanc, cargo que ocupa até hoje.

Emmanuel Petit
Volante autor do terceiro gol sobre o Brasil na final, Petit atuou pelo Mônaco, Arsenal, Barcelona e Chelsea em seus quase 20 anos de carreira. Após se aposentar por conta de uma lesão no joelho, teve algumas experiências como comentarista esportivo e também estudou para ser técnico, apesar de não ter treinado nenhuma equipe.

Christian Karembeu

Karembeu foi apresentador de um programa de viagens na TV francesa
Getty Images
Karembeu foi apresentador de um programa de viagens na TV francesa


Um dos grandes nomes da seleção campeã de 1998, o meia Karembeu fez história ao ser um dos poucos jogadores na história a vencerem a Uefa Champions League no mesmo ano em que venceu uma Copa do Mundo. Durante a carreira passou com destaque por Nantes, Sampdoria, Real Madrid e Olympiakos. Após sua aposentadoria, se tornou olheiro de equipes da Premier League e também diretor do Olympiakos. Teve também um programa de viagens na TV francesa no qual ele viajava pelas ilhas mais belas do mundo.

Youri Djorkaeff
O meia que teve passagens vitoriosas por Mônaco, PSG e Internazionale encerrou sua carreira em 2006, após uma passagem pelo New York Red Bulls na MLS. Após largar o futebol foi mais um a se aventurar no mundo artístico. Em 2009 gravou um single de Rap chamado "Em tua luz".

Stéphane Guivarc'h
Considerado o pior atacante a ser campeão do mundo, Guivarc´h passou em branco durante o mundial de 1998 mesmo sendo titular na maior parte da campanha francesa. Após se aposentar em 2002, virou comentarista de televisão e chegou a ser o comentarista de um jogo de vídeogame de futebol. Atualmente é técnico e presidente do US Trégunc, time amador da França.

Zinedine Zidane

Zidane é o atual técnico do Real Madrid, clube pelo qual encerrou a carreira em 2006
Denis Doyle/Getty Images
Zidane é o atual técnico do Real Madrid, clube pelo qual encerrou a carreira em 2006


Principal jogador francês no mundial de 98 e autor de dois gols na final contra o Brasil, Zinedine Zidane se aposentou após o vice-campeonato de 2006 e começou a estudar para se tornar treinador. Em 2013 ganhou a chance de ser auxiliar técnico do então treinador do Real Madrid Carlo Ancelotti. Após a saída do treinador passou a ser técnico do Real Madrid Castilla, time B da equipe espanhola. Em 2015 foi escolhido como o substituto de Rafa Benitez no comando da equipe principal, cargo que ocupa atualmente.