Tamanho do texto

Desde o começo do ano, o integrante do trio MSN tem enchido a bola dele para os dirigentes do Barça

Principal estrela do Santos, Lucas Lima ganhou um cabo eleitoral importante para jogar no Barcelona: Neymar. Desde o começo do ano, o integrante do trio MSN tem enchido a bola de Lucas Lima para os dirigentes do clube catalão.

Lucas Lima atuou com Neymar pela seleção brasileira
André Mourão/MoWA Press
Lucas Lima atuou com Neymar pela seleção brasileira

Até Messi e Suárez já ouviram falar bem sobre o meia santista, que tem excelente relação com o pai de Neymar. Oficialmente, Wagner Ribeiro é o empresário de Lucas Lima há pouco mais de dez meses; já no mercado, muita gente garante que quem cuida de fato dos interesses do meia é seu Neymar, algo que já ocorre com o próprio filho — Ribeiro apenas o auxiliaria em negociações.

Leia mais

Mais de 80% dos jogadores no Brasil ganham menos de R$ 1 mil de salário

Dunga vai conversar com o Barcelona para ter Neymar na Olimpíada do Rio

Lucas Lima teve propostas para deixar a Vila Belmiro nas últimas duas janelas de transferência. Em agosto passado, chegou a ser liberado pelo Peixe para fechar com o Porto-POR. Já em dezembro, foi a vez de o Hebei China Fortuna-CHN ouvir um “não” do jogador da seleção brasileira, apesar da oferta de R$ 5 milhões por mês de salários e luvas.

O Peixe tem apenas 10% dos direitos sobre uma venda futura de Lucas Lima. A Doyen é dona de 80%, enquanto Edson Khodor possui os outros 10%. O contrato do meia termina em dezembro de 2017.

Guerra judicial

Há um senão para a venda de Lucas Lima ao time de Neymar: o Santos está processando o Barcelona desde o ano passado, justamente por causa da negociação do craque.  

Pendências

Como represália ao processo, o Barça depositou em juízo os R$ 8,6 milhões a que o Santos tem direito pela presença de Neymar entre os três melhores da Fifa. E os clubes ainda têm um amistoso a disputar.

Mais que Neymar

Se confirmada, a venda de Felipe Anderson ao Manchester United por R$ 265 milhões vai  render ao Santos cerca de R$ 74,2 milhões —  R$ 8 milhões pelo mecanismo de formação e R$ 66,2 milhões pelos 25% a que tem direito no negócio.