Tamanho do texto

Entidade veta que estádios tenham anúncios comerciais que não sejam ligadas aos patrocínios da própria competição

Allianz Parque pode ficar fora da Libertadores por conta da exibição da marca da empresa que dá nome ao estádio
Bruno Winckler / iG
Allianz Parque pode ficar fora da Libertadores por conta da exibição da marca da empresa que dá nome ao estádio

Grande trunfo do Palmeiras  na campanha vitoriosa da Copa do Brasil, o Allianz Parque pode ficar de fora da Copa Libertadores de América.

Leia também: Robinho abre mão da identificação e deixa Santos para trás. Lembre outros casos

De acordo com o regulamento da competição, passado aos clubes na última semana, é vedada a veiculação durante a partida de anúncios comerciais de qualquer natureza nos estádios e arenas inscritas nas competições. Desta forma, o próprio nome da Arena, exibido em diversas áreas do campo e arquibancadas, tornaria o seu uso inviável durante a competição.

De acordo com o regulamento, os clubes "devem entregar o estádio livre de todo tipo de publicidade, inclusive institucional e/ou nomes e símbolos dos clubes. Com a responsabilidade intransferível de retirar ou cobrir as marcas comerciais ali expostas".

Desta forma, caso o Palmeiras deseje atuar em sua Arena, precisa ou retirar ou cobrir qualquer referência ao nome da empresa que dá nome ao estádio.

Leia também: Tratamento de Schumacher custa R$ 45,7 milhões por ano, diz jornal

A proibição poderia afetar também o São Paulo , uma vez que o trecho do regulamento diz que também é vedado o uso de marcas instituicionais. Em contato com a reportagem iG Esporte , o marketing do clube afirmou ter autorização da entidade para o uso do símbolo e das marcas institucionais, como por exemplo, o programa Sócio-Torcedor.