Tamanho do texto

Clube santista busca formas de viabilizar o pagamento dos salários do jogador, que pede R$ 600 mil mensais para assinar

Robinho quer receber R$ 600 mil de salário para voltar a jogar pelo Santos
Ricardo Saibun/Santos FC
Robinho quer receber R$ 600 mil de salário para voltar a jogar pelo Santos


Robinho é o maior desejo do Santos para a temporada de 2016. Modesto Roma Júnior, presidente do clube, parece estar disposto a fazer grandes esforços para viabilizar a contratação do ídolo. 

O dirigente admitiu a possibilidade de criar uma linha de materiais esportivos para o jogador, que está sem contrato após deixar o Guangzhou Evergrande, da China, mas exige vencimentos de R$ 600 mil, valor considerado muito elevado para os cofres santistas. 

Agora responsável pela fabricação do próprio uniforme, o Santos vê a criação de uma linha para Robinho como mais uma alternativa para viabilizar o pagamento dos salários do atleta.

LEIA TAMBÉM:
+ Renato acredita que Robinho se encaixaria rápido no time do Peixe

A ideia principal do clube, no entanto, é conseguir firmar parceria com alguma marca que esteja disposta a explorar a imagem do jogador. "Se conseguirmos um parceiro que tenha no Robinho uma vontade de utilizá-lo como garoto propaganda, de vender a imagem e a marca, é interessante. O Santos está partindo para ser o seu próprio gestor de material esportivo, podemos criar uma linha do Lucas Lima, Robinho, Gabriel. Essa pode ser também uma alternativa, até para um pós-carreira do atleta", disse Modesto Roma, em entrevista à Rádio Jovem Pan. 

O clube santista está disposto a arcar com apenas R$ 200 mil do salário de Robinho. Uma eventual empresa parceira seria resposável por completar os R$ 400 mil e chegar ao valor pedido por Robinho.