Tamanho do texto

"Deus é justo", diz Arouca, alfinetando o pastor-atacante; Rafael Marques usa máscara para lembrar "desrespeito" a Prass

Rafael Marques, com a máscara de Ricardo Oliveira, vai à forra contra atacante
Reprodução/Twitter
Rafael Marques, com a máscara de Ricardo Oliveira, vai à forra contra atacante


Ricardo Oliveira foi um dos grandes personagens da reação do Santos, que deixou a zona de rebaixamento para rondar o G-4 no Brasileirão, e alcançou a final da Copa do Brasil. Mas o pastor-atacante se transformou também no grande desafeto dos jogadores do Palmeiras, que arrancaram grande motivação pela cara de deboche que ele fez ao marcar gol sobre Fernando Prass na vitória do Santos sobre o Alviverde no segundo turno do Campeonato Brasileiro, por 2 a 1. 

Arouca não esqueceu de provocar o jogador do Santos que mais provocou o Palmeiras em 2015. Ricardo Oliveira criou animosidade com Prass nas seis partidas entre eles na temporada. E Arouca, campeão da Copa do Brasil com o Fluminense em 2007 e com o Santos em 2010, não poupou as palavras na hora da comemoração.

“Falaram muita besteira, mas Deus é justo. A nossa resposta é dentro de campo. Poderiam falar o que quisessem”, disse Arouca.

Robinho, Arouca... O Palmeiras comemora o tri da Copa do Brasil
Friedemann Vogel/Getty Images
Robinho, Arouca... O Palmeiras comemora o tri da Copa do Brasil

Leia também
Na redenção de Dudu, "Santo" Prass dá título da Copa do Brasil ao Palmeiras
+
Gabriel Jesus leva 'ippons', perde grande chance e deixa gramado chorando

“Escutamos muita coisa no ano inteiro, e fico feliz. É como se fosse meu primeiro título. O Palmeiras levou porque mereceu. O elenco foi montado esse ano e não deixou de acreditar. Chegamos em duas finais, ganhamos um título e temos que comemorar bastante”, disse.

Ricardo Oliveira colecionou desentendimentos com o Palmeiras em 2015, especialmente com Fernando Prass, com quem discutiu no jogo do turno do Brasileirão e a quem provocou depois de marcar um gol na partida do returno. Os jogadores do Palmeiras tomaram as dores do seu capitão herói e deram a resposta em campo. 

Rafael Marques fez questão de segurar uma máscara confeccionada com uma foto da expressão de deboche feita por Ricardo Oliveira após marcar um em Prass, no confronto entre as duas equipes, pelo returno do Campeonato Brasileiro.

"Sabe o que é isso aqui? Isso é falta de respeito. Eu sempre admirei o Ricardo Oliveira, falando sério. Mas infelizmente o Ricardo Oliveira não teve respeito pela gente", disse o atacante do Palmeiras, no gramado.

"Isto aqui (a máscara) não é para criar polêmica, é para que ele aprenda. Desde o meu começo no futebol eu aprendi isso, a respeitar o adversário, o colega de profissão", disse o atacante do Palmeiras, que poderia ter se convertido em vilão, pois perdeu sua cobrança de pênaltis na decisão.