Tamanho do texto

Totalmente sem rumo após a demissão de Oswaldo de Oliveira, time carioca, apático, é atropelado pelo Atlético Paranaense

Canteros foi substituído no segundo tempo
Divulgação/Flamengo
Canteros foi substituído no segundo tempo

Sem objetivos no Brasileirão, o Flamengo vai terminando de forma melancólica o ano de 2015. Com Jayme de Almeida no comando, o clube carioca foi derrotado pelo Atlético-PR por 3 a 0 neste domingo, na Arena da Baixada. A partida marcou o reencontro dos cariocas com Cristóvão Borges, atuamente técnico do Furacão.

Na próxima rodada, o Flamengo fecha a sua participação na Série A contra o Palmeiras, no Maracanã. Já o Atlético-PR joga contra o Santos, na Vila Belmiro.

Descompromissado, o Flamengo começou a partida contra o Atlético-PR em ponto morto. Com apenas 12 minutos, o Furacão já estava na frente. Após bela jogada, Roberto recebeu de Nicão e bateu forte, sem chance de defesa para Paulo Victor.

Leia mais:  Penúltima rodada do Brasileirão deixa várias lutas em aberto

Animado pela presença do lateral-direito Alessandro em campo, o jogador campeão brasileiro pelo Furacão em 2001 fazia a sua última partida com a camisa do Furacão, os donos da casa foram para cima buscando mais. Walter fazia uma grande partida mostrando toda a sua habilidade. O atacante sofreu falta e na cobrança, Cleberson subiu mais que a zaga do Fla e fez o segundo aos 32 minutos. 

No fim do primeiro tempo, Alessandro foi substituído, ovacionado pela torcida do Atlético-PR, que também se despedida da equipe na temporada, que fez a última partida na Arena da Baixada nesta temporada.

O Flamengo voltou com uma mudança para a etapa final. Com Luiz Antônio no lugar de Canteros, os cariocas continuaram mal na partida. O Atlético-PR diminuiu o ritmo, mas seguia mais perigoso. Em belo contra-ataque, Daniel Hernández recebeu e chutou em cima de Paulo Victor.

Sem forçar, o Furacão fez mais um. Em cobrança de escanteio, Cleberson subiu mais do que todo mundo e colocou a bola no fundo da rede do Flamengo. Por muito pouco não virou goleada logo depois. Walter recebeu dentro da área e finalizou, a bola foi defendida por Paulo Victor, antes de tocar na trave rubro-negra.

Com a vantagem no placar, a equipe de Cristóvão Borges administrou os últimos minutos. O Flamengo não ofereceu nenhum perigo e a vitória foi garantida pelo clube paraense na Arena da Baixada.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 3 X 0 FLAMENGO

Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Auxiliares: Fabio Rogerio Baesteiro (SP) e Fabricio Porfirio de Moura (SP)
Renda/público: R$ 340.970,00/23.975 pagantes
Cartões amarelos: Weverton (CAP) e Everton, Paulinho, Alan Patrick (FLA)

GOLS: Roberto 12'/1ºT (1-0), Cleberson 32'/1ºT (2-0) e Cleberson 22'/2ºT (3-0)

ATLÉTICO-PR: Weverton, Alessandro (Eduardo 47'/1ºT), Vilches, Cleberson e Roberto; Otávio, Deivid, Marcos Guilherme (Daniel Hernández 10'/2ºT), Sidcley, Nikão (Marco Damasceno 23'/2ºT) e Walter. Técnico: Cristovão Borges.

FLAMENGO: Paulo Victor, Pará, César Martins, Wallace e Everton; Márcio Araújo, Canteros (Luiz Antonio intervalo) e Alan Patrick; Gabriel (Marcelo Cirino 27'/2ºT), Paulinho (Jajá 28'/2ºT) e Kayke. Técnico: Jayme de Almeida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas