Tamanho do texto

Antes de receber os torcedores e duelo com o Dortmund, a HSH Nordbank Arena, do Hamburgo, foi vasculhada nesta sexta. País está em alerta após ameaça terrorista em Hannover

Policiais fazem varredura detalhada no estádio do Hamburgo. Banco de reservas inspecionado
EFE/Axel Heimken
Policiais fazem varredura detalhada no estádio do Hamburgo. Banco de reservas inspecionado


Por motivos de segurança, a 13ª rodada do Campeonato Alemão começou nesta sexta-feira com 15 minutos de atraso no jogo entre Hamburgo e Borussia Dortmund, o primeiro desde os atentados ocorridos em Paris e do adiamento do amistoso entre Alemanha e Holanda, em Hannover , por motivos ameaça terrorista.

Os torcedores foram registrados minuciosamente antes de entrarem no estádio, o que atrasou a entrada de alguns. Além disso, nas proximidades da HSH Nordbank Arena houve um engarrafamento, em parte devido à realização de um show de rock. No momento do pontapé inicial, porém, o estádio já estava quase lotado.

Leia também
Mais veloz que Bolt e fã de Batman, Aubameyang brilha pelo Dortmund

"Trata-se de um jogo diferente, mas a polícia disse que não há indícios de que algo de mais acontecerá", declarou o CEO do Hamburgo, Dieter Beiersdorfer. "Fizemos tudo que era humanamente possível para garantir a segurança", acrescentou o dirigente, que considerou a decisão de manter a rodada "completamente correta".

As forças de segurança percorreram todo o estádio para assegurarem-se de que não havia explosivos. O clube aumentou o número de agentes de 450 para 600, enquanto a polícia não forneceu informações sobre seu contingente.

As bandeiras frente ao estádio estavam içadas a meio mastro como símbolo de luto pelos atentados de Paris. Antes do começo da partida, foi respeitado um minuto de silêncio.

O jogo entre Hamburgo e Dortmund é apenas o primeiro da 13ª rodada do Alemão. Ainda serão disputados seis jogos neste sábado e dois no domingo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.