Tamanho do texto

Partida é válida pela 12ª rodada do Campeonato Espanhol e está marcada para o próximo sábado, no Santiago Bernabéu

Real Madrid e Barcelona se enfrentam sábado, no Santiago Bernabéu
Manu Fernandez/AP
Real Madrid e Barcelona se enfrentam sábado, no Santiago Bernabéu


O ministro do Interior da Espanha, Jorge Fernández Díaz, afirmou nesta quarta-feira que, por enquanto, o governo do país não cogita cancelar o clássico de sábado entre Real Madrid e Barcelona, mas considera a partida como de "alto risco" e montará um "intenso esquema de segurança".

Em entrevista à emissora de rádio "RAC1", Fernández Díaz negou que o cancelamento esteja nos planos do governo - "nesta hora, categoricamente não", frisou.

"Planejamos um intenso esquema de segurança por razões óbvias. Mas, neste momento, não há objetivamente as circunstâncias para suspendê-lo (o clássico)", acrescentou.

LEIA TAMBÉM:
+ "Até sanduíches serão verificados", afirma delegada sobre clássico

Fernández Díaz também anunciou que a partida entre Barcelona e Roma, na próxima terça-feira, no Camp Nou, também terá reforço de segurança "para controlar não só os acessos, mas também as cercanias do estádio".

O ministro informou ainda que a Comissão contra a Violência no Esporte, que vai se reunir hoje à tarde, classificará o clássico de sábado como partida de "alto risco", mas alegou que o governo espanhol fará tudo para que "possa ser realizado com absoluta normalidade".

"Quero transmitir uma mensagem de serenidade e tranquilidade, apesar de compreender o temor. Que as pessoas confiem nos serviços de segurança e nos serviços da luta antiterrorista", ressaltou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.