Tamanho do texto

Duas vezes vice em Copas do Mundo, seleção do leste europeu não se classificava para um grande torneio desde 1986

Tamas Priskin marca o primeiro da Hungria contra a Noruega na repescagem da Euro 2016
Szilard Koszticsak/EFE
Tamas Priskin marca o primeiro da Hungria contra a Noruega na repescagem da Euro 2016

A Hungria voltou a vencer a Noruega neste domingo e garantiu vaga na próxima edição da Eurocopa, que será disputada no ano que vem, na França. A vitória por 2 a 1 em Budapeste encerra jejum de participações húngaras em grandes competições.

O atacante Tamás Priskin ampliou a vantagem obtida na ida, com vitória por 1 a 0, ao marcar para os anfitriões aos 14 minutos do primeiro tempo. Na segunda etapa, aos 38, o volante Markus Henriksen marcou contra, definindo a classificação. Quatro minutos depois, o mesmo dinamarquês ainda descontou.

O último torneio de elite que a seleção húngara havia participado foi a Copa do Mundo de 1986. Na fase final da Euro, a última aparição, contudo, foi em 1972, quando apenas quatro seleções avançaram das Eliminatórias. A Hungria, que revelou Ferenc Puskas para o mundo, foi vice-campeã nas Copas do Mundo de 1938 e 1954.

A Noruega, por sua vez, segue "fora do mapa" internacional, já que a única presença em grande competição foi na Eurocopa de 2000, dois anos depois de sua última participação na Copa do Mundo em 1998.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.