Tamanho do texto

Sergio Jadue, presidente da Federação local e um dos responsáveis pela manutenção do técnico, solicita licença médica e pode não voltar ao cargo caso não se recupere

Jorge Sampaoli pode pedir demissão do Chile
Getty Images
Jorge Sampaoli pode pedir demissão do Chile


Jorge Sampaoli, técnico do Chile, pode deixar o comando da seleção a qualquer momento. A situação acontece porque um de seus principais aliados, Sergio Jadue, pediu licença médica do cargo de presidente da Federação Chilena de Futebol para tratar um quadro de estresse. O dirigente ficará afastado por, no mínimo, 30 dias.

"O Departamento de Comunicações informa que o Conselho de Administração da ANFP [Associação Nacional de Futebol Profissional] recebeu nesta quinta-feira uma licença médica do presidente Sergio Jadue, que solicitou uma autorização legal de 30 dias para deixar o seu trabalho na corporação. Na ausência do presidente, ocupará o cargo primeiro vice-presidente, Jaime Baeza, conforme estabelecido no regimento interno da organização", diz nota oficial divulgada pela entidade. 

LEIA TAMBÉM:
Comparado a Pirlo, Valdívia pode pintar na Inter de Milão em 2016

O grande problema é que, caso Jadue não se recupere neste período, será convocada uma nova eleição e o atual presidente deixará o cargo de maneira definitiva. Jadue tem grande participação na manutenção de Sampaoli no cargo após a Copa do Mundo de 2014. 

Pego de surpresa pela notícia após o empate com Colômbia pelas eliminatórias , Sampaoli assumiu não saber como será seu futuro na seleção chilena: "Ainda não tenho conhecimento do assunto. É difícil falar sobre uma situação a qual não fui informado e não tenho nenhum detalhe. Quando eu for informado sobre o assunto, saberei qual medida devo tomar como treinador".

O Chile volta a campo na próxima terça-feira, quando visita o Uruguai no estádio Centenário. O ponto que somou na última rodada fez com que a seleção chilena ultrapassasse a uruguaia na tabela de classificação das eliminatórias, visto que a Celeste foi derrotada pelo Equador  - que assumiu a liderança da competição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas