Tamanho do texto

Jogando em casa, bolivianos fizeram 4 a 2 em La Paz, que fica a 3.600 metros de altitude, pelas Eliminatórias da Copa

Juan Carlos Arce comemora o segundo gol da Bolívia na vitória sobre a Venezuela em La Paz
Martin Alipaz/EFE
Juan Carlos Arce comemora o segundo gol da Bolívia na vitória sobre a Venezuela em La Paz

Num jogo entre seleções que iniciaram a terceira rodada das Eliminatórias sem pontos, a Bolívia venceu a Venezuela por 4 a 2 nesta quinta-feira no estádio Hernando Siles, em La Paz, e deixou a adversária na última posição da tabela de classificação.

Ajudada por uma de suas principais armas desde sempre, a altitude de 3,6 mil metros da capital, a equipe da casa sufocou a 'Vinotinto' desde o começo da partida e fez 1 a 0 aos 18 minutos do primeiro tempo, com gol de Ramallo. Quatro minutos depois, Arce, ex-jogador de Corinthians e Sport, cobrou pênalti e marcou o segundo.

Veja como está a classificação das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018

A seleção venezuelana descontou aos 33, quando Rondón pegou sobre de chute de Rincón. Entretanto, ainda antes do intervalo, aos 45, Ramallo balançou a rede mais uma vez, e a diferença voltou a ser de dois gols.

Na volta dos vestiários, aos três minutos, Rudy Cardozo assinalou o quarto do time anfitrião. Blanco diminuiu a diferença aos nove, e Rondón ainda teve um gol anulado aos 36, mas a reação parou por aí. Houve tempo para o venezuelano Seijas ser expulso.

Ainda pendente do restante da rodada, a Bolívia é provisoriamente a sétima colocada das Eliminatórias sul-americanas, com três pontos. A Venezuela, por sua vez, leva a pior para o Peru no saldo de gols e segura a lanterna, sem ponto algum.

As seleções voltarão a campo na próxima terça-feira. Os bolivianos irão a Assunção enfrentar o Paraguai, enquanto a 'Vinotinto' medirá forças com o Equador em Puerto Ordaz.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas