Tamanho do texto

Conmebol indica trio de colombianos para trabalhar no campeonato. River é equipe representante da América do Sul

Brasil não terá representantes na arbitragem do Mundial de Clubes
RAFAEL NEDDERMEYER/Marca Brasil
Brasil não terá representantes na arbitragem do Mundial de Clubes


O Brasil não terá árbitros escalados para o Campeonato Mundial de Clubes da Fifa, que acontecerá em dezembro no Japão, de acordo com lista divulgada nesta terça-feira pela entidade internacional.

O trio designado pela Conmebol para atuar na competição é colombiano, comandado por Wilmar Roldán, com os auxiliares Alexander Guzmán Bonilla e Cristian Jairo de la Cruz Achicanoy.

Como não há equipe brasileira na competição, já que o River Plate, da Argentina, levantou a Taça Libertadores e garantiu vaga, era possível a participação de árbitro e auxiliares brasileiros.

Roldán, escolhido para o Mundial, apitou neste ano a decisão da Copa América, entre Chile e Argentina. Além disso, o árbitro integrou o quadro a Copa do Mundo, disputada em 2014.

Das sete equipes que disputarão o torneio, cinco já estão definidas. Além de River, Barcelona, da Espanha, América, do México, Mazembe, do Congo, e Auckland City, da Nova Zelândia. As duas últimas vagas irão para o campeão da Ásia e o do Japão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas