Tamanho do texto

Suspensos preventivamente por 30 dias, Nilton e Wellington fizeram uso da substância proibida hidroclorotiazida

O volante Nilton em ação pelo Internacional
Lucas Uebel/Getty Images
O volante Nilton em ação pelo Internacional


Volantes do Internacional , Nilton e Wellington foram flagrados em exames antidoping e estão suspensos preventivamente por 30 dias, informou o clube gaúcho nesta segunda-feira. Ambos testaram positivo para hidroclorotiazida, um diurético proibido pelo Regulamento de Controle de Doping da CBF e pela Agência Mundial Antidoping, e que pode ser usado para mascarar outras substâncias que podem melhorar a performance do atleta de forma ilícita.

Leia: Andrés Sanchez crê que Del Nero não terminará mandato à frente da CBF

Nilton foi flagrado duas vezes com a substância: contra o Palmeiras, em 30 de setembro, pela Copa do Brasil , e contra o Corinthians, no dia 16 do mesmo mês, pelo Campeonato Brasileiro . Já Wellington testou positivo após a partida contra o Palmeiras, em 23 de setembro, pela Copa do Brasil.

"O Sport Club Internacional foi notificado, nesta segunda-feira, da suspensão preventiva de 30 dias dos atletas Nilton e Wellington. Os jogadores obtiveram resultado adverso em exame laboratorial após as partidas contra Corinthians (16/09 - Nilton), Palmeiras (23/09 - Wellington) e novamente Palmeiras (30/09 - Nilton). O Clube confia na inocência dos atletas e já iniciou todos os procedimentos para fazer as suas defesas junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva", diz o comunicado emitido pelo clube.

Em seus perfis nas redes sociais, a assessoria de imprensa de Nilton avisou que, por enquanto, o jogador não irá se manifestar.

O volante Wellington em ação pelo Internacional
Lucas Uebel/Getty Images
O volante Wellington em ação pelo Internacional


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas