Tamanho do texto

Origens religiosas e influência de Adolf Hitler fazem parte da história de rivalidade do chamado Clássico do Vale do Ruhr

Revierderby é considerado
Divulgação
Revierderby é considerado "a mãe de todos os dérbis"

O Bayern de Munique é o time alemão mais conhecido mundialmente e nos últimos anos tem sido soberano no país. Porém, apesar dos muitos títulos e de contar com Pep Guardiola, Philipp Lahm, Robert Lewandowski, Arjen Robben e tantos outros grandes nomes, ele não figura no maior jogo da Alemanha.

Borussia Dortmund e Schalke 04, dois times de cidades próximas na região oeste do país, cerca de 35 quilômetros de distância, protagonizam o Clássico do Vale do Ruhr, ou Revierderby. Considerado "a mãe de todos os dérbis", a partida válida pela 12ª rodada da Bundesliga será neste domingo, às 10h30 (de Brasília).

Veja como está a classificação do Campeonato Alemão

O clássico se iniciou em 1925 e desde então teve capítulos memoráveis, dentro e fora de campo. Conheça alguns fatos históricos da rivalidade que já dura cinco décadas.

Divididos pela fé

O Schalke 04 teve sua fundação em 1904 por um grupo de adolescentes de 14 e 15 anos. Com sede em Gelsenkirchen, cidade reconhecida pela extração de carvão, o time teve obreiros protestantes que trabalhavam nas minas e apoiavam o clube nas folgas.

Na comunidade cristã formada na cidade ao lado, em Dortmund, um grupo de jovens descontentes com o time dos padres locais resolveu criar o próprio clube. Assim nascia o Borussia Dortmund, em 1909.

Hi Hitler

Time alemão recebeu ajuda de partido nacionalista
Facebook/EIXO
Time alemão recebeu ajuda de partido nacionalista

Nos primeiros anos de criação de ambos os clubes, o Schalke era dominante na região. Na década de 1920, foram 14 vitórias em 16 jogos. Soberania que aumentou com o início da Segunda Guerra Mundial. O clube era muito popular entre os trabalhadores e Adolf Hitler viu na equipe a chance de espalhar seu nacionalismo. E assim o fez. A imagem do time foi associada ao partido nazista, o que fez crescer o poderio na liga nacional. Apenas nesta época foram seis títulos.

Os dirigentes do Borussia Dortmund, por sua vez, eram contra o partido nacionalista e não escondiam a insatisfação. Por isso, todos foram afastados dos cargos e no fim da guerra, fuzilados. O episódio elevou o nível de rivalidade entre os clubes.

O jogo virou

Após a Segunda Guerra Mundial, o domínio mudou de lado. Os aurinegros conquistaram muitos títulos e os vizinhos azuis entraram em declínio.

O primeiro jogo marcante entre as duas equipes foi a final da Taça da Vestfália, em 1947. O Borussia Dortmund venceu a partida por 3 a 2 e conquistou o primeiro grande título de sua história.

Era Bundesliga

O Campeonato Alemão foi reformulado em 1963 e disputado nos moldes atuais, a chamada Bundesliga. Nessa nova fase, o Schalke não possui nenhum título, o que só faz crescer a gozação do rival. Já o Dortmund tem cinco taças, sendo as duas últimas conquistadas em 2010-11 e 2011-12.

Dortmund celebra a conquista da Bundesliga em 1957
Imortais do Futebol/Divulgação
Dortmund celebra a conquista da Bundesliga em 1957

Adeus, Primeira Divisão

Poucas torcidas pelo mundo têm a chance de comemorar a responsabilidade pelo descenso do rival. Em Gelsenkirchen isso aconteceu em 1972, quando o Schalke venceu por 3 a 0 e viu o Dortmund ser rebaixado à segunda divisão nacional. Neste tempo, o Borussia Dortmund passava por uma profunda crise financeira e passou alguns anos na 2.Bundesliga.

Goleiro-artilheiro

O clássico de 1997/98 entrou para a história do confronto por conta de um jogador: Jens Lehmann. O goleiro marcou o gol de empate para os mineiros aos 45 do segundo tempo, de cabeça. Lehmann se transferiu para o Dortmund pouco tempo depois do feito, mas não obteve o mesmo sucesso da camisa azul.

Veja o gol salvador de Lehmann:

Pedra no meio do caminho

O jogo talvez mais emblemático desta disputa foi na penúltima rodada da temporada de 2007-08. O Schalke estava brigando pelo título junto com o Stuttgart e precisava vencer o clássico para alcançar o primeiro título na Bundesliga.

O que aconteceu foi que o Borussia entrou muito motivado e tirou a chance do arquirrival. O placar foi de 2 a 0 com direito a dirigível no céu com os dizeres “Vocês nunca serão campeões”. O time azul tinha ninguém mais ninguém menos que Manuel Neuer nas redes, hoje o melhor goleiro do mundo e jogador do Bayern de Munique.

Veja os melhores momentos da partida:

Festa e sangue

Em 2008, a torcida aurinegra fez uma festa para comemorar os 50 anos do rival sem título, o que irritou demais os torcedores do Schalke. Em resposta, na volta do clássico em Gelsenkirchen, os torcedores azuis encharcaram as catracas de entrada visitante com sangue de porco.

Loja oficial do clube não tem caixa 04
Facebook/Borussia Dortmund
Loja oficial do clube não tem caixa 04

Sem caixa 4

Provocações são saudáveis quando bem pensadas. A loja oficial do Borussia Dortmund na Alemanha não tem o caixa 4, em referência ao número usado no nome do rival. Em dias de jogos, a cor azul também é proibida na cidade.

Troca de farpas

É costume jogadores e equipe técnica comentarem durante a semana sobre o jogo decisivo, e sempre tem aquela provocação. Kevin Grosskreutz, ex-jogador do Borussia Dortmund, chegou um dia a dizer que deserdaria o filho se ele pensasse em torcer para o Schalke.

Outro jogador que deu boas declarações foi Julian Draxler, que trocou recentemente os azuis pelo Wolfsburg. O meia disse que preferiria fazer uma lavagem cerebral a assinar com os amarelos. Os dois jogadores cresceram nas categorias de base de ambos os clubes.

Jurgen Klopp, enquanto técnico do Dortmund, comentou a ida do ganês Kevin Prince Boateng para os rivais, em uma coletiva. Segundo ele, Kevin era uma boa pessoa até aquela manhã e não espera que ele escolhesse os mineiros. Boateng já tinha defendido as cores amarelo e preta, por empréstimo, em 2009.

O jogo do domingo promete outros grandes momentos para esse que é considerado um dos maiores clássicos do mundo.

    Leia tudo sobre: Bayern de Munique
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.