Tamanho do texto

Segundo informação da coluna "Radar Online", da revista "Veja", o presidente do clube levou um soco de seu vice de futebol. Relação dos cartolas está estremecida há tempos

Desencontros entre Aidar (d) e Guerreiro já são públicos
Rubens Chiri/São Paulo FC
Desencontros entre Aidar (d) e Guerreiro já são públicos


Como acontece em toda segunda-feira, a diretoria do São Paulo se encontrou no hotel Radisson, na capital paulistana, para uma reunião. No entanto, desta vez, o clima esquentou entre Carlos Miguel Aidar e Ataíde Gil Guerreiro. Segundo informações da coluna "Radar On-line", da revista "Veja", o presidente e o vice de futebol discutiram e precisaram ser separados após trocarem agressões. Aidar teria caído no chão após levar um soco de Ataíde.  

O motivo da briga teria sido a escolha de um novo técnico, já contando com a ida de Juan Carlos Osorio para a seleção Mexicana. Julio Casares, vice-presidente do clube, e Douglas Schwartzmann, vice de comunicações e marketing, teriam testemunhado todo o ocorrido. Entretanto, o presidente nega que a briga tenha acontecido, enquanto Schwartzmann afirma que não estava no encontro. Veja no vídeo abaixo, com informação do jornalista Paulo Vinícius Coelho, do Fox Sports:

Os integrantes da diretoria são-paulina já tinham desavenças por conta das frequentes interferências de Aidar nas decisões de Ataíde Gil Guerreiro. Quando assumiu, o presidente havia dito que Ataíde seria o homem forte do futebol, com total autonomia para fazer escolhas. No entanto, ao longo da gestão, as coisas foram mudando.

Leia também: Presidente do São Paulo será ouvido pela CPI do Futebol

Por diversas vezes, os dois entraram em desacordo e o presidente passou a tomar decisões sem ao menos consultar o vice de futebol, como, por exemplo, quando ligou para Vanderlei Luxembugo, logo após a saída de Muricy Ramalho. 

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.