Tamanho do texto

'Acabei ofendendo uma pessoa que não tinha nada a ver. Acho que foi falta, mas não justifica o que fiz', declara

Emerson Sheik pediu desculpas a árbitro que ofendeu
André Mourão/Agência O Dia
Emerson Sheik pediu desculpas a árbitro que ofendeu

A bronca na arbitragem de Wilton Pereira Sampaio, no jogo entre Flamengo e Vasco, pela Copa Brasil, deixou Emerson Sheik. Arrependido pela declaração  em que critica o árbitro ("Esse juiz é uma merda", falou na ocasião), o atacante pediu desculpas e revelou que ligou para o árbitro para se retratar.

"Todo mundo me conhece, eu falo aquilo que penso e na maioria das vezes eu entendo que estou certo. E, quando eu erro, eu não vejo problema nenhum em pedir desculpas. Ontem eu liguei para o Wilton, pedi desculpas para ele e para toda a família dele, porque foi algo que desagradou a todos. Eu fiquei extremamente chateado pela atitude, entendi que não foi legal. Também pedi desculpas ao pessoal que estava transmitindo o jogo, ao repórter que me entrevistou, aos torcedores", afirmou Sheik, que acrescentou:

"Eu me retratei de uma coisa errada que eu fiz, espero que as pessoas entendam. Não tem nada a ver com o âmbito profissional e, sim, com o pessoal. Foi uma coisa minha, nem o Flamengo tem nada a ver com isso. Espero que, além do Wilton, as pessoas possam me desculpar, porque eu não sou desse jeito. Dessa vez eu acabei ofendendo uma pessoa que não tinha nada ver, por um momento da partida que eu entendi que foi falta. Acho até que foi falta, mas não justifica o que eu fiz."

A declaração pode render um gancho ao atacante do Flamengo. Sheik está na mira do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

"Óbvio que eu fico preocupado, porque eu sei da importância que eu tenho hoje dentro da equipe. Mas eu quero deixar claro que esse pedido de desculpas não tem nada a ver com o lado profisisonal e, sim, pessoal. Mas claro que preocupa, porque eu fui contratado pra jogar e não para ser suspenso. Dificilmente eu peço desculpas para alguém, mas agora estou podendo dormir direito, fiquei duas noites sem dormir", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.