Tamanho do texto

Líder e segundo colocado ganharam e viram Grêmio e Flu tropeçarem. Palmeiras e São Paulo entraram forte na disputa

Corinthians e Atlético-MG limparam as feridas da eliminação na Copa do Brasil e confirmaram na 21ª rodada que estão fortes para brigar até o fim pelo título do Campeonato Brasileiro . Dos times que entraram na rodada no G4, apenas os dois venceram, o que fez aumentar a distância para os outros adversários. A terceira e quarta posições têm disputa ainda mais intensa com a chegada de Palmeiras e São Paulo. 

A distância do Palmeiras para o novo colocado, o Santos, é a mesma do líder Corinthians para o Atlético-MG: quatro pontos. 

Renato Augusto e Elias comemoram o primeiro gol do Corinthians contra a Chapecoense
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Renato Augusto e Elias comemoram o primeiro gol do Corinthians contra a Chapecoense


Em Chapecó, a confirmação da força como visitante
O Corinthians fez 3 a 1 na Chapecoense na Arena Condá. Foi apenas a segunda derrota da equipe local no seu estádio neste Brasileirão. Elias, Vágner Love e Jadson marcaram para o Corinthians. Bruno Rangel descontou. Com o resultado, o Corinthians chegou a 46 pontos, quatro acima do Atlético-MG e 12 a frente de Palmeiras e São Paulo. A vitória do Corinthians foi a sua quinta como visitante. O time de Tite é o que mais somou pontos longe de seus domínios: foram 19 em 33 disputados.

No Maracanã, Atlético se aproveitou da má fase do Fluminense
O Atlético-MG que se manteve na caça ao Corinthians com 42 pontos também venceu seu quinto jogo como visitante. Contra o Fluminense, que perdeu quatro dos últimos cinco jogos, o vice-líder saiu na frente com Giovanni Augusto. Wellington Paulista empatou no início do segundo tempo e Patric confirmou a vitória atleticana.

Patric e Giovanni Augusto marcaram os gols da vitória do Atlético-MG sobre o Fluminense
Buda Mendes/Getty Images
Patric e Giovanni Augusto marcaram os gols da vitória do Atlético-MG sobre o Fluminense


Com a bênção de Jesus
O Palmeiras riu da cara do perigo contra um dos piores times do Brasileirão. Depois de abrir 2 a 0 em 25 minutos, gols de Gabriel Jesus e Dudu, o time paulista viu o quarentão Marcelinho Paraíba, do Joinville, marcar dois gols relâmpagos para empatar o jogo e levar a igualdade para o intervalo. Mas no segundo tempo, a joia palmeirense entrou em ação mais uma vez para marcar de novo, o seu terceiro gol em dois jogos seguidos.

Gabriel Jesus marcou duas vezes contra o Joinville e garantiu a vitória do Palmeiras
Cesar Greco/Ag Palmeiras
Gabriel Jesus marcou duas vezes contra o Joinville e garantiu a vitória do Palmeiras

Com a vitória, o Palmeiras volta a terminar uma rodada no G4. Se aproveitou do tropeço do Fluminense e com 34 pontos está em quarto. O São Paulo, que venceu a Ponte Preta no que pode ser o último jogo de Alexandre Pato  pelo clube, tem a mesma pontuação mas fica atrás por causa do saldo de gols (14 a 6 para o Palmeiras).

Flamengo se impõe e derruba invencibilidade do Sport em casa
Até esta rodada, só Sport e Grêmio se mantinham como imbatíveis sob seus domínios. Mas o Flamengo derrubou o time de Recife na Arena Pernambuco com um gol de Éverton logo no início da partida. O Sport chegou ao seu sétimo jogo seguido sem vencer e se distanciou um pouco da briga pelo G4, estagnado com 31 pontos. O Flamengo, que como visitante só não tem mais pontos que Corinthians e Atlético-MG, se reergueu depois da eliminação para o Vasco na Copa do Brasil e se consolidou na 10ª posição, com 29 pontos.

Éverton marcou de cabeça o gol da vitória do Flamengo sobre o Sport
Gilvan Souza / Flamengo
Éverton marcou de cabeça o gol da vitória do Flamengo sobre o Sport


Briga contra o Z4
A briga para escapar das últimas posições teve uma mudança na rodada. O Avaí, que entrou como um dos quatro últimos contra o Internacional, na Ressacada, se impôs, fez 3 a 0 e trocou de lugar com o Goiás, que em Curitiba foi presa fácil do Atlético-PR e perdeu pelo mesmo placar.

Vanderlei Luxemburgo, técnico do Cruzeiro, vê sua equipe flertar com a zona de rebaixamento
Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Vanderlei Luxemburgo, técnico do Cruzeiro, vê sua equipe flertar com a zona de rebaixamento


O time catarinense chegou a 23 pontos, um acima do Goiás. Quem também vê a corda apertar no pescoço é o Cruzeiro. No Mineirão, o time de Vanderlei Luxemburgo perdeu para o Santos por 1 a 0 e continua com a mesma pontuação do Goiás, o primeiro do Z4. O Vasco, que perdeu mais uma, carregará a lanterna por pelo menos mais duas rodadas.

Olhando para o alto
A vitória santista contra o Cruzeiro foi a primeira da equipe como visitante no Brasileirão. Com os três pontos, chegou 30 e ocupa a nona colocação. O Atlético-PR foi outra equipe que se aproveitou da derrota do Fluminense para encostar na briga pelo G4. Chegou a 33 pontos e superou o time carioca no saldo de gols: 3 a 2.

Veja as fotos das partidas da 21ª rodada do Campeonato Brasileiro





    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.