Tamanho do texto

Reunião na terça vai protocolar pedidos para a Justiça solicitando documentos sobre entidades que apoiam a CBF

Romário pretende ampliar investigação da CPI para quem elege dirigentes da CBF
Geraldo Magela/Agência Senado
Romário pretende ampliar investigação da CPI para quem elege dirigentes da CBF

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Futebol, presidida pelo senador Romário (PSB-RJ), reúne-se na terça-feira (1º) para analisar uma pauta com 34 itens. Entre eles, solicitações aos procuradores de Justiça de todos estados para que remetam ao colegiado a documentação relacionada às investigações a cargo dos Ministérios Públicos sobre as federações estaduais de futebol e seus dirigentes.

"Investigar a CBF significa também investigar toda a rede de poder que se estabeleceu entre a direção dessa entidade e as entidades estaduais. Precisamos detectar as ações judiciais ou procedimentos investigatórios acerca das irregularidades em cada uma das federações", alega o senador.

Já na quinta-feira (3), a CPI se reúne com o jornalista escocês Andrew Jennings. Ele é o autor dos livros Foul! The Secret World of Fifa: Bribes, Vote-Rigging and Ticket Scandals e Omertà: Sepp Blatter's Fifa Organised Crime Family. Traduzidas no Brasil com os títulos de "Jogo sujo" e "Um jogo cada vez mais sujo", foram as obras que, segundo o FBI (a Polícia Federal dos EUA), serviram como ponto de partida nas investigações que levaram à prisão alguns dos mais importantes dirigentes do futebol mundial. Entre eles, o ex-presidente da CBF, Jose Maria Marin.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.