Tamanho do texto

Técnico Dorival Junior devolve confiança ao campeão paulista após rodadas na zona de rebaixamento do Brasileirão 2015

Jovem atacante Gabriel cresce com o Santos
Ivan Storti/Divulgação Santos FC
Jovem atacante Gabriel cresce com o Santos


O Santos que flertava com o rebaixamento no Brasileirão não existe mais. Ainda que o título esteja bem distante via pontos corridos, ele está vivo no mata-mata da Copa do Brasil. Principalmente depois de eliminar com autoridade o seu maior rival . O Corinthians, líder do Brasileirão, foi presa fácil para o novo Santos que renasceu na temporada sob o comando de Dorival Junior. O moral da equipe santista está lá no alto.

“Nós nunca deixamos de acreditar em nós mesmos. A gente sabe do nosso potencial e agora estamos colhendo o fruto do nosso trabalho. Nunca contestamos nossa capacidade. Temos um coletivo fantástico e podemos ir mais longe”, disse Ricardo Oliveira, que coleciona três gols contra o Corinthians em 2015, dois em Itaquera, o último na vitória por 2 a 1.

Leia também: Corinthians vive momento de freguesia para rivais de São Paulo

Com Dorival Junior, que assumiu o time no início de julho, o Santos perdeu apenas uma vez em 11 jogos. Foram oito vitórias e dois empates. Antes dele, o time passou quatro rodadas entre os quatro últimos e agora é o 11º e já pode respirar Brasileirão (são seis pontos acima da zona de rebaixamento, mesma distância para o G4).

“Não sei até onde essa equipe pode chegar. Estaria mentindo se dissesse algo. O objetivo aqui era passar de fase. O time está jogando bem, se comportando bem, as vitórias começaram a vir e veio essa fora de casa mais do que especial”, disse.

Edilson sofre a pressão de Marquinhos Gabriel no clássico entre Corinthians e Santos
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Edilson sofre a pressão de Marquinhos Gabriel no clássico entre Corinthians e Santos


O Santos não vencia longe da Vila Belmiro desde maio, quando bateu o Londrina na Copa do Brasil. O ponto negativo da campanha no Brasileirão é justamente esse, já que a equipe é a pior visitante sem nenhuma vitória fora de casa.

“O time está evoluindo e cada jogo é importante. A próxima fase da Copa do Brasil é só daqui um mês, então não podemos ficar pensando nisso. O Brasileirão está aí e nossa campanha é de recuperação”.

Leia ainda: Dorival nega prioridade para a Copa do Brasil nesta temporada

O Santos aguarda o sorteio de segunda-feira na CBF para conhecer seu adversário. São Paulo, Palmeiras, Vasco, Fluminense e Figueirense já estão classificados ao lado da equipe santista, que no domingo visita o Cruzeiro pelo Campeonato Brasileiro. “É nisso que estamos pensando desde agora para tentar repetir o nível de atuação e continuar nesse bom momento”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.