Tamanho do texto

Treinador volta ao clube da Gávea após 12 anos e diz que a negociação com o clube aconteceu de forma muito rápida

Oswaldo de Oliveira foi apresentado como novo técnico do Flamengo nesta quinta-feira
Gilvan de Souza / Flamengo
Oswaldo de Oliveira foi apresentado como novo técnico do Flamengo nesta quinta-feira

Menos de 24 horas após a derrota para o Vasco por 1 a 0 pela Copa do Brasil e a demissão de Cristóvão Borges, o Flamengo já apresentou seu novo comandante para o resto da temporada. Na tarde desta quinta-feira, Oswaldo de Oliveira deu sua primeira coletiva como treinador do Rubro-Negro e aproveitou para destacar que a negociação com o clube não demorou após saber que o posto estava disponível.

"Quando um não quer, dois não brigam. No caso, os dois queriam. A partir do momento que eu soube que o Flamengo tinha o cargo livre e a pretensão de me contratar, as coisas foram facilitadas. Eu moro aqui perto, demorei nem 10 minutos para chegar", afirmou.

Por conta da rapidez na negociação, Oswaldo afirmou que mal teve tempo de se preparar e pensar no que falar com os jogadores, mas avaliou o papo com elenco positivo: "Ainda estou meio atônito, aconteceu tudo muito rápido. Nem tive tempo de preparar a minha conversa com os jogadores. Falei o que abordamos naturalmente, ainda estou tomando ciência das coisas. Eu quero conseguir fazer o Flamengo vitorioso, uma equipe forte e competitiva", disse.

Veja o que disse Oswaldo em vídeo do Fox Sports

Apesar de admitir que precisará de algum tempo para conhecer melhor o elenco, Oswaldo fez questão de elogiar o grupo Rubro-Negro e disse que os jogadores que estão no Flamengo são qualificados o suficiente para melhorar a classificação no Brasileirão.

Veja mais vídeos do Fox Sports

"Só podemos ter uma ideia mais convicta quando tem um conhecimento do jogador. o Flamengo está se esforçando. O que eu tenho visto é que tem jogadores experientes, nada é definitivo, mas precisamos trabalhar junto. De maneira geral, vejo como um elenco bom que quero conhecer melhor. Acho muito produtivo. Acho que é um elenco muito qualificado, que se reforçou. Pode ter uma subida, pelos seus méritos, trabalho. Uma evolução tática. O nosso campeonato é muito difícil, com alternativas ao longo das rodadas, Brasileiro você não pode parar. Estamos repetindo isto todo ano. O que nós temos agora é a tomada de produção. Temos um grupo qualificado e que pode buscar uma posição muito boa no Campeonato Brasileiro", analisou.

Eduardo Bandeira de Mello apresenta o novo técnico do Flamengo, o terceiro em 2015
Gilvan de Souza / Flamengo
Eduardo Bandeira de Mello apresenta o novo técnico do Flamengo, o terceiro em 2015

Já com uma pedreira pela frente no domingo contra o São Paulo, às 16h, no Maracanã, Oswaldo entende a necessidade de uma vitória para começar sua caminhada com tranquilidade: "Jogaço, importantíssimo. Esse é um se não que nos impõe o futebol. Gostaria de ter tempo de uma pré-temporada, mas é a situação que nos apresenta. Não vou fugir dela. Vou fazer todo o esforço que eu puder para fazer o trabalho e ter condições de vitória".

Confira outros tópicos da entrevista de Oswaldo de Oliveira

Elogios à Guerrero
O Guerrero é um dos melhores do mundo, experiência, qualidade na área, é muito bom ter um jogador como este no elenco. Quero formar uma equipe vencedora.

Diferença de 2003 para 2015
Vejo o Flamengo muito diferente hoje. Estou acompanhando desde a eleição do Eduardo o grupo gestor, para formar um grupo forte em campo. É uma coisa muito importante, as coisas estão funcionais, os departamentos bem distribuidos. As diferenças são 12 anos. Fico feliz que a torcida apoie o trabalho, este clima tentamos colocar na equipe, muito otimismo para nos ajudar e ter vitórias consecutivas.

Pressão da torcida
Torcedor sabe bem o que faz. Torcedor quer a vitória, nós queremos dar isto a ele. O que norteia o futebol é o resultado. Sabemos que o entorno é muito forte, pesado. E temos que saber conviver com isto. Passar ao torcedor que vamos tentar fazer o melhor que pudermos, o que vem de fora interfere no ânimo do jogador e a torcida do Flamengo sabe fazer isso como nenhuma outra.

Estilo mais calmo
Sou da maneira que sou. Não pretendo mudar por conta disso. Tenho minha atividade dentro do campo do que eu acho necessário. Se eu precisar ser mais ativo, vou ser de acordo com a necessidade.

Veja todos os técnicos demitidos pelos times da Série A desde o início de 2015


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.