Tamanho do texto

Time paulista é o que está há mais tempo sem perder (11 jogos), é dono da melhor defesa e o 2º que menos perdeu

Luciano comemora com Rildo o gol da vitória do Corinthians diante do Avaí
Ricardo Taves/Ag. Corinthians
Luciano comemora com Rildo o gol da vitória do Corinthians diante do Avaí

O Corinthians é o segundo time que menos perdeu no Brasileirão e encerrou o primeiro turno na com 40 pontos e 11 jogos seguidos sem derrotas (foram três derrotas em 19 jogos). É a maior sequência desta edição (ao lado do Sport da 1ª a 11ª rodada). O time pernambucano perdeu apenas duas vezes, mas empatou 10 jogos. A última derrota corintiana foi há quase dois meses (para o Santos, em 20 de junho). 

Veja a classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

"O importante é ter uma equipe pronta. Danilo entrou e jogou muito, foi fundamental. Como é bom ter peças de reposição que deem condições de fazer trabalho de equipe. Mas temos espaço para crescer", disse Tite após a vitória de domingo contra o Avaí.

Leia também:
Histórico favorece Corinthians, 'campeão' do turno, para sequência do Brasile iro

As três derrotas corintianas no primeiro turno aconteceram nas oito primeiras rodadas, para Palmeiras (na quarta rodada), Grêmio (na quinta) e Santos (na oitava). Desde então foram oito vitórias e três empates. 

O Corinthians terminou o turno com quatro a mais que o vice-líder Atlético-MG. A defesa sólida ajuda a explicar o desempenho do time de Tite. O líder do Brasileirão fechou as 19 rodadas iniciais com apenas 14 gols sofridos, seis deles sofridos em apenas dois jogos (derrota para o Grêmio - 3 a 1 - e na vitória por 4 a 3 sobre o Sport).  

A consistência da equipe jogando dentro e fora de casa também explicam a campanha. O time tem a melhor campanha como mandante (88,8% de aproveitamento, com oito vitórias e uma derrota em nove jogos) e também como visitante (53,3% de aproveitamento, com quatro vitórias, quatro empates e duas derrotas).

O ataque corintiano é apenas o quinto melhor entre 20 times (27 gols pró), mas o desempenho da defesa ajuda a equipe a ter o terceiro melhor saldo (13 gols), pior apenas que o do Atlético-MG e do Palmeiras. "Antes de ver a melhor defesa ou o melhor ataque, eu vejo o saldo de gols. É ele que te dá a dimensão do equilíbrio da equipe", diz Tite. 

Erros de arbitragem colaboraram
Em duas das três últimas rodadas o Corinthians foi beneficiado por erros da arbitragem e o cenário positivo de hoje poderia ser bem diferente. Contra o São Paulo, um pênalti a favor do rival foi ignorado por Leandro Vuaden nos minutos finais e se ele fosse convertido, o Corinthians teria um ponto a menos. 

O tira teima no lance do gol anulado de Jéci, zagueiro do Avaí, diante do Corinthians
Reprodução de TV
O tira teima no lance do gol anulado de Jéci, zagueiro do Avaí, diante do Corinthians

Contra o Avaí, a partida estava em 1 a 1 quando Jeci marcou para o time catarinense em posição legal. Porém, a auxiliar Nadine Bastos anotou impedimento. Poderiam ser três pontos a menos. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.