Tamanho do texto

De acordo com Ataíde Gil Guerreiro, clube não conseguirá impedir que chileno se apresente ao Al Wahda

Valdivia vai se apresentar ao Al Wahda, dos Emirados Árabes
AP Photo/Luis Hidalgo
Valdivia vai se apresentar ao Al Wahda, dos Emirados Árabes


Um dos ídolos da história recente do rival Palmeiras , o chileno Valdivia não será reforço do São Paulo  para o restante desta temporada. Quem garantiu foi Ataíde Gil Guerreiro, vice-presidente de futebol do clube.

Segundo o dirigente, o São Paulo não encontrou maneiras legais de fazer com que Valdivia rompesse o contrato recém-assinado com o Al Wahda, dos Emirados Árabes Unidos, ainda durante a Copa América, torneio que conquistou com a seleção chilena. O vínculo do jogador com o Palmeiras se encerra na próxima segunda-feira, e a partir daí ele estará livre para se apresentar ao novo clube.

Veja: Amigos, Luis Fabiano e Carlos Alberto trocam tapas em Figueirense x São Paulo

"Quando surgiu a possibilidade de contratar o jogador, imediatamente pensei que ele, se fosse contratado, tomaria o lugar do Ganso que, para mim, é um dos melhores jogadores do futebol brasileiro na posição. Só que, ao conversar com o nosso técnico (Juan Carlos Osorio), ele disse que conseguiria montar um esquema capaz de colocar Valdivia e Ganso jogando juntos. A partir daí, conversei com o jogador e com o seu advogado. Só que, após analisar prós e contras, resolvemos deixar as coisas como estão. Há duas horas, falei com o advogado do Valdivia sobre a desistência do São Paulo. Isso é definitivo", afirmou o dirigente à rádio Transamérica.

A relação conturbada com o Palmeiras também pesou. “Conversamos um pouco para ver se chegaríamos a um acordo para o Valdivia jogar no São Paulo, e existia a nossa preocupação com as transferências de atletas no passado”, citou Ataíde Gil Guerreiro, relembrando as chegadas de Alan Kardec e Wesley, que defendiam o rival.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.