Tamanho do texto

Meia argentino foi contratado pelo Paris Saint-Germain por cerca de 44,4 milhões de libras (R$ 248,1 milhões)

O argentino Ángel Di María, nova contratação do Paris Saint-Germain, se despediu dos torcedores do Manchester United em carta publicada nesta sexta-feira na qual se desculpa "porque as coisas não funcionaram" no time inglês.

O argentino Di Maria durante apresentação pelo PSG
EFE/Ian Langsdon
O argentino Di Maria durante apresentação pelo PSG

"Escrevo esta carta para agradecer à família do Manchester United por todo seu apoio durante o ano no qual fiz parte deste clube", disse Di María na carta.

"Quando o United me elegeu para fazer parte de sua equipe, me senti extremamente lisongeado, já que sei o que significa este clube. No entanto, sei que as coisas não saíram como todos esperávamos e acreditem que sinto muito. Às vezes, na carreira de um jogador ocorrem coisas inesperadas, que não desejamos", continuou o argentino.

"Posso garantir que não foi por não tentar. Fiz o melhor que pude, mas o futebol não é como matemática: muitas vezes há situações fora de nosso alcance que afetam nossa forma de sentir e atuar. Sinto que as coisas não tenham funcionado como gostaria nesta equipe", assinalou.

"Quero também agradecer à direção do Manchester United, a todos os membros do clube e aos colegas que sempre me apoiaram. Também aos torcedores, que nunca deixaram de me mostrar seu afeto e carinho", sustentou.

"Agora chegou o momento de jogar no Paris Saint-Germain, mas o glorioso Manchester United estará sempre em minha memória. Desejo o melhor do melhor", concluiu Di María na carta.

Di María ainda em ação pelo Manchester United
Getty Images
Di María ainda em ação pelo Manchester United

O meia argentino, de 27 anos, contratação recorde do Campeonato Inglês, chegou ao Paris Saint-Germain por cerca de 44,4 milhões de libras (63 milhões de euros) apenas um ano depois que o United pagou ao Real Madrid 59,7 milhões de libras (84 milhões de euros) por seus serviços.

Em sua primeira e única temprada no conjunto inglês, o argentino disputou 32 encontros -27 do Campeonato Inglês-, nos quais marcou apenas quatro gols.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.