Tamanho do texto

Depois de dois anos do seu retorno, técnico campeão inglês reforça que clube é o que está "mais perto do seu coração"

José Mourinho durante a decisão da Supercopa da Inglaterra
Getty Images/Shaun Botterill
José Mourinho durante a decisão da Supercopa da Inglaterra

O Chelsea anunciou nesta sexta-feira a ampliação do contrato do técnico português José Mourinho até junho de 2019, um dia antes de o atual campeão inglês estrear na competição, contra o Swansea, no estádio Stamford Bridge.

O comandante, de 52 anos, voltou ao clube em meados de 2013, assinando acordo válido por quatro anos. Agora, pelo menos no papel, está garantida sua permanência por mais dois. A primeira passagem do 'Special One' pelos 'Blues' foi de 2004 e 2007.

"Quando voltei há dois anos, disse que tenho sentimento especial por este clube. Nada mudou. É o que está mais próximo do meu coração, estou muito feliz de saber que ficarei aqui durante muito tempo", disse Mourinho, em comunicado.

Na segunda passagem pelo Chelsea, o português levantou dois troféus, ambos na temporada passada, com a conquista do Inglês e da Copa da Liga Inglesa. Estes títulos somam-se as dois nacionais, dois da Copa da Liga e um da Copa da Inglaterra que já havia ganho.

Ao anunciar a renovação, a equipe destacou marca estabelecida pelo técnico, de ter vencido 70% dos jogos que disputou no Campeonato Inglês, algo inédito na história da competição.

"Estamos muito felizes que José tenha se comprometido quatro anos mais como clube. Desde sua chegada, há dois anos, desenvolveu com paciência o elenco e trouxe troféus a Stamford Bridge. Esperamos que continuem os êxitos durante os próximos quatro anos", disse a diretora-geral, Marina Granovskaia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.