Tamanho do texto

Três dias antes do maior clássico do Sul do País, Inter demite técnico uruguaio e vai com interino enfrentar o rival na Arena

Diego Aguirre foi demitido na manhã desta quinta-feira, três dias antes do Gre-Nal
Divulgação
Diego Aguirre foi demitido na manhã desta quinta-feira, três dias antes do Gre-Nal

Diego Aguirre não é mais treinador do Internacional. O uruguaio foi demitido na manhã desta quinta no CT do clube a três dias do clássico contra o Grêmio na arena do rival. Há duas semanas, o Inter perdeu para o Tigres na semifinal da Libertadores e ocupa apenas a 10ª colocação do Brasileirão com 21 pontos . A equipe vem de dois empates em 0 a 0 com Ponte Preta e Chapecoense. 

"Nós vinhamos conversando e hoje de manhã tomamos esta decisão, a partir das 10h30. Nós quisemos fazer antes do clássico", disse o presidente do Inter, Vitorio Piffero. "Nós temos um perfil de novo técnico, mas vamos manter entre quatro paredes", completou. Muricy Ramalho, que tem boa relação com o clube, foi cogitado, mas descartado.

"Em fevereiro ou março, quando saiu do São Paulo, mandei um bilhete para o Muricy. Tenho uma relação pessoal muito boa. Muricy está inabilitado, tenho uma relação pessoal muito boa com ele. Tem vários nomes no mercado e vamos analisá-los com calma", disse Piffero. "O fato de termos demitido antes do Gre-Nal é porque estamos pensando no Gre-Nal, esperamos ter um rendimento bom no clássico", concluiu.

Contratado pelo Inter no final de 2014, Aguirre é o 20º técnico de um time que disputa o Brasileirão a ser demitido desde janeiro. Veja a lista .


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.