Tamanho do texto

Autor do gol do Atlético-PR na vitória sobre o Palmeiras, atacante acima do peso rebate comentários jocosos do Sportv

Walter comemora o gol que deu a vitória ao Atlético-PR sobre o Palmeiras
Gustavo Oliveira/Site Oficial do Atlético-PR
Walter comemora o gol que deu a vitória ao Atlético-PR sobre o Palmeiras


O atacante Walter é conhecido por seu talento para marcar gols, mas também por conseguir jogar em alto nível mesmo estando claramente fora de forma. No domingo, depois de marcar o gol da vitória do Atlético-PR sobre o Palmeiras no Allianz Parque, o atacante foi alvo de críticas do comentarista Edinho, do canal Sportv, ex-jogador com três Copas do Mundo no currículo (1978, 1982 e 1986). 

No seu comentário, Edinho disse não entender como um jogador na forma de Walter ainda é escalado. “Você vê que ele está mais gordo do que antes de ele ter se machucado. Está bem mais gordo. E ele está com cinta ali também. Tem talento, percepção. Agora, todo mundo erra. Todos que cercam uma equipe profissional erra em admitir um jogador desses jogar”, disse. Nesta quarta, Walter usou o Instagram para desabafar.

Veja o desabafo de Walter

"Normalmente eu não respondo a comentários ofensivos, que, como vocês sabem, venho sofrendo desde a minha passagem pelo Goiás. Mas, por respeito às pessoas que torcem por mim e à minha família, que também vem sofrendo com a forma que as pessoas pessoas insistem em atacar a minha imagem (principalmente comentaristas de televisão, rádios e meios de comunicação em geral), com opiniões que elas julgam corretas, mas na verdade são única e exclusivamente DELAS, resolvi me pronunciar...

"Estava vendo o programa de esporte quando um comentarista, cujo o nome é Edinho (eu acho, porque mal sei quem é essa pessoa, só sei que não tem o mínimo de respeito), falou que "todo mundo erra, todas as pessoas que cercam uma equipe profissional erram ao deixar UM JOGADOR DESTE jogar

"Aqui todo mundo tem respeito pelo meu futebol, acredita em mim e luta todo dia junto comigo para que eu possa melhorar a minha condição física. Ninguém aqui no clube está brincando de trabalhar, então, na minha opinião, uma declaração dessas foi no MÍNIMO infeliz! Edinho, meu caro, você não sabe um terço da dificuldade que passo para chegar num peso perto do ideal, muito menos a dificuldade que foi chegar até onde cheguei. É uma luta diária que jamais vou desistir! E digo mais, você para mim não é um grande comentarista, tendo em vista que publica informações falsas a meu respeito (já que eu nunca usei cinta e nem conseguiria jogar com aquilo). Mas nem por isso eu saio falando por ai, na imprensa, para tirá-lo do programa por ser um péssimo profissional! Então, só peço uma coisa: ME RESPEITA!"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.