Tamanho do texto

Aos 19 anos, Pedro Henrique deixou a Copa São Paulo de Juniores para se juntar ao elenco principal na viagem aos EUA

Pedro Henrique, zagueiro do Corinthians
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Pedro Henrique, zagueiro do Corinthians

O Corinthians iniciou 2015 com um problema a ser resolvido na zaga. Titular em todos os 17 jogos que disputou no último Brasileirão, Anderson Martins foi chamado de volta pelo El Jaish, do Catar, e teve de sair do clube. Mas uma má notícia para um pode acabar em uma boa notícia para outro. Pedro Henrique que o diga.

O jovem de 19 anos estava concentrado com o time que representa o clube na Copa São Paulo de Juniores. Ele até participou da vitória por 3 a 1 sobre o Guaicurus-MS, na estreia. Mas o cenário mudou completamente quando ele ficou sabendo que o técnico Tite o chamou para a viagem aos Estados Unidos, onde o elenco principal realizará pré-temporada. A felicidade com o chamado de última hora foi tão grande que o fez até deixar o apetite um pouco de lado.

"Desci para o jantar e o nosso treinador me avisou, fiquei tão feliz que nem consegui comer direito na hora", disse o zagueiro ao iG . "Liguei para a minha família para avisar e também para o meu empresário, todos ficaram muito contentes por mim. Eu parecia não acreditar, mas era verdade. Aí eu subi, arrumei as minhas coisas e voltei para São Paulo. Já treinei com o grupo na manhã desta terça-feira e todos me receberam muito bem."

Pedro Henrique em treino do Corinthians
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Pedro Henrique em treino do Corinthians

A felicidade é proporcional à responsabilidade. Pedro Henrique sabe que a oportunidade recebida é apenas a primeira etapa de um processo. Será necessário trabalhar muito bem para conquistar de vez a confiança de Tite e realizar o sonho de atuar ao lado de um ídolo.

"Eu tive Lúcio e Thiago Silva como inspirações na zaga, mas depois que cheguei ao Corinthians e comecei a trabalhar com o Gil, passei a me espelhar nele e aprendi demais. Ele é muito gente boa e humilde, além de ensinar muita coisa", relatou o jovem, que treinou com o time principal em 2014 e chegou até a ficar no banco de reservas algumas vezes, mas jamais entrou em campo.

"Espero ter oportunidade de formar dupla de zaga com ele porque é um ídolo. Sonhava em jogar ao lado dele e se isso de repente virar realidade seria alegria imensa", completou.

Com Pedro Henrique, a delegação do Corinthians embarca para os Estados Unidos nesta quarta-feira. Entre os dias 15 e 17 de janeiro, o time paulista disputará a Florida Cup, ao lado de Fluminense, Colônia e Bayer Leverkusen.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.