Tamanho do texto

Jogadores voltam ao trabalho no time de Campinas em janeiro

Depois de ver o título da Série B  bater na trave, a Ponte Preta  iniciou uma renovação de metade seu elenco para 2015. Dos 32 nomes comandados por Guto Ferreira em 2014, 16 já deixaram o clube.

Mercado da bola: Veja as transferências que movimentam o futebol brasileiro

A lista de dispensas contempla os nomes dos goleiros Roberto e Daniel, dos zagueiros Gilvan, Luan e Vilson, dos laterais Daniel Borges, João Lucas e Bryan, do volante Adilson Goiano, do meia Rodolfo, e dos atacantes Rafael Costa, Anderson Bartola, Douglas Tanque, Miguel, Nathan e Rossi.

Além deles, mais dois jogadores podem se juntar à barca. Emprestado pelo Flamengo, o meia Thomás agradou à Macaca, mas o desempenho do jovem foi tão bom que o colocou na lista de interesses de Vanderlei Luxemburgo no Rubro-Negro carioca. A permanência de Renato Cajá depende de uma redução de sua pedida salarial, considerada muito elevada para os padrões atuais do clube.

Enquanto alguns nomes deixam o Moisés Lucarelli, outros se reapresentarão ao técnico Guto Ferreira em janeiro. São eles: o goleiro Reynaldo, o zagueiro Raphael Silva, os laterais Jeferson, João Paulo e Rodinei, o volante Citta Jr., o meia Adrianinho, e os atacantes Alexandro e Cafu.

Dentre os possíveis "reforços", estão o zagueiro Tiago Alves, o meia Roni e os volantes Fernando Bob, Josimar e Juninho, que ainda têm vínculo com a Ponte, mas dependem de renovação contratual. Enquanto isso, já foram confirmados o goleiro Matheus, os zagueiros Diego Ivo, Pablo e Renato Chaves, os volantes Dedé e Paulinho, o meia Tchê Tchê e os atacantes Fábio Santos e Vitor Xavier. Os atletas serão apresentados à torcida pontepretana em janeiro.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.