Tamanho do texto

Casos de Douglas, Keirrison e Henrique contribuíram para o clube catalão deixar de contratar jogadores da América do Sul que sejam meras apostas para o futuro. Agora, só astros

Keirrison custou caro para o Barcelona, mas nunca vestiu a camisa do time catalão
Divulgação
Keirrison custou caro para o Barcelona, mas nunca vestiu a camisa do time catalão

Nos últimos anos, o Barcelona  muitas vezes fez apostas ousadas em atletas sul-americanos, sobretudo brasileiros. Em muitos casos, a aposta não se pagou, e jogadores cujo futuro parecia promissor deram prejuízo. Assim, depois de experiências frustradas com o lateral Douglas, o atacante Keirrison e o zagueiro Henrique Henrique, o clube catalão decidiu que só contratará jogadores da América do Sul se o retorno for garantido.

Neymar incomoda o Barcelona com jogos festivos durante as férias

De acordo com o jornal Mundo Deportivo , o Barça desistiu de contratar atletas jovens sul-americanos que sejam tão somente apostas para o futuro. "Qualquer decisão que for tomada a respeito da contrataão de jogadores com essa procedência será muito pensada e estudada a fundo", diz o periódico.

Barcelona inicia negociação para estender contrato de Neymar até 2020

Agora, se for para investir em futuro, o clube vai optar por jogadores europeus, como fez recentemente com o croata Halilovic, de 18 anos, já contratado, e o norueguês Odergaard, de 16 anos, que negocia com o clube. "É um mercado muito mais próximo e que se conhece mais a fundo", explica o Mundo Deportivo .

A decisão, claro, não vale para os casos de atletas consagrados ou cujo retorno seja garantido, como foram os casos do brasileiro Neymar e do uruguaiao Luis Suárez.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.