Tamanho do texto

Com a vitória por 2 a 1, Olympique abre diferença de três pontos para o PSG, segundo colocado do campeonato

A missão do Olympique de Marselha ao receber o Lille no Vélodrome  neste domingo era clara: vencer e manter a liderança do Campeonato Francês. E não deu outra. Beneficiado por um gol contra de Nolan Roux, a equipe azul e branca chegou a tomar empate de Gueye, mas garantiu o 2 a 1 com Batshuayi.

Gignac comemora com Thauvin o gol da vitória do Marseille sobre o Lille
Claude Paris/AP
Gignac comemora com Thauvin o gol da vitória do Marseille sobre o Lille

Confira a tabela completa do Campeonato Francês

A equipe da casa saiu na frente em lance inusitado aos 32 minutos. Para ajudar a defesa em escanteio do Olympique, o atacante Roux voltou à área do Lille para fazer número. Ele só não contava com a cobrança na primeira trave, exatamente onde estava posicionado. Na tentativa de cortar o perigo, errou o chute e marcou contra.

Aproveitando o sedentarismo do Olympique de Marselha, o Lille equilibrou as ações na volta do intervalo. Tanto que o empate saiu aos 16 minutos na etapa final. Em contragolpe puxado pela esquerda, Sidibé recebeu na entrada da área e fez o pivô para Gueye chegar batendo cruzado de canhota. O silêncio que o belo gol de empate impôs ao Vélodrome , porém, durou pouco.

Oito minutos depois, Thauvin avançou vagarosamente pela esquerda e transformou a jogada despretensiosa em perigo real quando cruzou para o meio. Batshuayi dominou bem e fez o giro no marcador antes de acertar o ângulo de Enyeama. Estreando como titular, o belga anotou seu segundo gol no Campeonato Francês.

Com o triunfo, o Olympique de Marselha aproveita a derrota do PSG na rodada para voltar a abrir três pontos de vantagem na liderança. Com 41 pontos, a equipe a equipe garante a melhor campanha do primeiro turno e só volta a campo em 2015. No próximo dia 4, fora de casa, encara o Grenoble pela Copa da França.

Já o Lille amarga sua sétima derrota no torneio. Com 21 pontos e um jogo a menos que os rivais, a zona de rebaixamento passa a ser uma ameaça real. O próximo compromisso é só no próximo dia 3, frente ao Bastia, também pela Copa da França.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.