Tamanho do texto

Lateral brasileiro deixou sua contribuição na vitória por 4 a 0, pela 14ª rodada do Campeonato Português

O Porto goleou o Vitória de Setúbal por 4 a 0, nesta sexta-feira, e deu mais um passo na sua perseguição ao líder do Campeonato Português, o Benfica.

O triunfo no Estádio do Dragão, em jogo válido pela 14ª rodada, manteve o Porto na segunda colocação, alcançando a marca dos 31 pontos - o líder tem 34. Já o Setúbal ronda a zona de rebaixamento, na 14ª posição com 11, e pode cair ainda mais caso seus concorrentes diretos vençam seus confrontos.

Veja como está a classificação do Campeonato Português

O primeiro lance de perigo da partida ocorreu aos 11, com Cristian Tello. O ex-atleta do Barcelona arriscou o chute e viu o goleiro Batista fazer a defesa. O atacante voltou a aparecer apenas cinco minutos depois em nova finalização, mas dessa vez sem a mesma pontaria, isolando a bola nas arquibancadas. Isso foi tudo o que se viu em quase metade do primeiro tempo.

Quando o relógio já marcava 20 minutos, o meia Manu derrubou o lateral brasileiro Danilo na área e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, Quaresma não desperdiçou, abrindo o placar para os Dragões.

Quatro minutos depois, o Porto ampliou a vantagem com Jackson Martinez. Dentro da área, o colombiano recebeu um lançamento - em posição duvidosa - e tocou de primeira para o gol, aumentando a diferença no marcador.

Na volta para a etapa final, Oliver Torres teve a chance de anotar o dele após uma bela tabela com Jackson, mas o goleiro Batista impediu os donos da casa de brilharem mais uma vez.

Entretanto, ainda havia muito jogo pela frente no Estádio do Dragão. Aos 42 minutos, o goleador Quaresma foi substituído por Brahimi. Em seu primeiro toque na bola, o argelino anotou o terceiro do Porto, parecendo não acreditar em seu próprio faro de gol.

Cerca de 120 segundos depois, houve tempo para mais um pênalti. Dessa vez, o penalizado foi o goleiro Batista, que ainda recebeu o vermelho e foi para o vestiário com três minutos de antecedência.

Com a difícil missão de tentar evitar o quarto gol - que transformaria a derrota em goleada -, o meia Zequinha foi para a meta. Na cobrança, o brasileiro Danilo, ex-Santos, não desperdiçou, e fechou a conta em 4 a 0.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.