Tamanho do texto

Zagueiro cumpriu dois terços de sua pena na Alemanha e tem contrato com o clube paulista para voltar aos campos

O zagueiro Breno
Reprodução/Bild
O zagueiro Breno

Liberado depois de cumprir dois terços de sua pena em uma prisão na Alemanha, Breno retornou ao Brasil na manhã desta quinta-feira. O zagueiro tem contrato com o São Paulo  e, a partir de janeiro, passará por processo de readaptação ao futebol.

São Paulo anuncia lateral direito e busca mais um jogador do Fluminense

Breno foi condenado em julho de 2012 por incendiar a própria casa, na Alemanha. Ultimamente, o brasileiro já tinha o direito ao regime semiaberto em Munique e trabalhava no setor administrativo do Bayern de Munique durante o dia, dormindo na prisão à noite. Na sexta-feira passada, ele se despediu dos colegas.

Segundo o gerente executivo de futebol do São Paulo, o jogador de 25 anos deve se apresentar no retorno das férias do elenco. "Naturalmente, tem necessidades especiais, tem que ser entendido isso. Mas, no começo de janeiro, a depender da vontade dele e também da nossa necessidade, ele deve se apresentar como atleta do São Paulo", falou ao SporTV.

Aidar protege namorada e berra ao citar Juvenal: "Não manda mais no São Paulo"

Revelado pelo próprio São Paulo, Breno foi campeão brasileiro em 2007, sob comando justamente de Muricy Ramalho, técnico que reencontrará. Depois disso, foi para o futebol alemão, tendo passagens por Bayern de Munique e Nuremberg. Quando condenado à prisão, recebeu ajuda do time paulista, assinando contrato até outubro de 2015.

Recentemente, o treinador comentou o caso. "Ele não ouviu o cara certo, porque eu não tinha interessa em nada, só no bem dele. Ele era muito garoto, a gente sabe como é. A maioria das pessoas que cuidam de jogador só quer o dinheiro desses caras. Eu via que era perigoso mesmo. Deu no que deu", comentou.

* Com Gazeta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.