Tamanho do texto

A permanência do atacante no time tricolor é improvável. Além do alto salário, o jogador entrou em atrito com o técnico Luiz Felipe Scolari em 2011, quando ainda defendia o Palmeiras

Kléber pertence ao Grêmio
Flickr/Grêmio
Kléber pertence ao Grêmio

Em entrevista à Rádio Gaúcha na tarde desta terça-feira, o empresário de Kleber não descartou a permanência do Gladiador na Arena em 2015. Giuseppe Dioguardi diz saber da contenção de despesas pela qual passa o Grêmio, mas afirmou que aguarda um contato da direção do clube gaúcho para definir a permanência ou não do jogador em Porto Alegre para a próxima temporada.

Dirigente vê possibilidade de ter Barcos e Moreno juntos no Grêmio

"Existe a possibilidade de sentarmos com o Grêmio. Estamos à disposição para ajudar o Grêmio a se manter como um clube de ponta. Uma conversa minha com o Rui Costa no sentido de readequar o Grêmio num patamar financeiro para que possamos entrar num acordo", disse o procurador do atacante, que atuou emprestado ao Vasco na Série B deste ano.

A permanência de Kleber no time tricolor é improvável. Além do alto salário, o Gladiador entrou em atrito com o técnico Luiz Felipe Scolari em 2011, quando ambos trabalhavam no Palmeiras. A relação de inimizade, porém, segundo Dioguardi, inexiste. Não seria, portanto, empecilho para o jogador retornar ao Grêmio.

"Aquilo foi outra história. O Felipe era o único que tomava as rédeas do clube, que defendia o Palmeiras, foi uma situação inevitável. O Kleber não tem problema com ele e existe um respeito enorme entre as partes. O Grêmio está acima de tudo isso. O carinho que temos pelo Grêmio é muito grande", esclareceu o empresário.

Aos 31 anos, Kleber teve altos e baixos desde que chegou ao Grêmio. Começou sua trajetória em 2012 marcando muitos gols e virando ídolo da torcida, mas uma série de lesões atrapalhou sua continuidade. Ainda assim, fez um bom Brasileirão. Em 2013, sofreu nova lesão e teve um campeonato irregular. Depois de uma ótima pré-temporada no começo deste ano, machucou-se de novo e perdeu espaço, sendo emprestado ao Vasco. O contrato do jogador com o Tricolor Gaúcho vai até o final de 2016.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.