Tamanho do texto

Colombiano tem uma lesão na panturrilha e corre contra o tempo para temtar jogar uma eventual decisão do torneio

A equipe do Real Madrid desembarcou no Marrocos no fim da tarde do último domingo sob uma forte chuva que vem acometendo a região há pelo menos três dias. Depois de mais de oito horas de voo partindo de Madri, o time merengue chegou a Rabat para fazer uma pausa antes de seguir para Marrakech nesta segunda-feira, onde acontecerá o jogo contra o Cruz Azul, nesta terça. Com presença incerta apesar de ter viajado com o grupo, James Rodríguez corre contra o tempo para se recuperar de lesão muscular e conseguir entrar em campo em uma eventual final.

Cristiano Ronaldo foi um dos mais assediados na chegada do Real Madrid ao Marrocos
Getty Images
Cristiano Ronaldo foi um dos mais assediados na chegada do Real Madrid ao Marrocos

A capital Rabat, que esperou durante todo o ano para sediar o evento, se vê frustrada após receber os confrontos da primeira fase do Mundial de Clubes. Por conta do mau tempo, e da forte chuva que vem castigando o gramado do Estádio Moulay Abdellah, a Fifa achou por bem transferir o jogo do Real Madrid para Marrakech, cidade ao sudoeste de Rabat. O Estádio de Marrakech é o mesmo que recebeu os jogos do Atlético-MG em 2013, diante de Raja Casablanca e Guangzhou Evergrande.

Mesmo sem poder sediar jogos do maior campeão europeu, a cidade de Rabat soube recepcionar a delegação espanhola, que foi recebida por uma legião de torcedores no hotel que entoaram cantos em homenagem a Cristiano Ronaldo e incentivo ao time em sinal de boas vindas, aumentando ainda mais a expectativa dos atletas pela estreia na competição.

Desfalque do elenco na semana que antecedeu a viagem por conta de uma lesão muscular, o colombiano James Rodríguez segue em uma rotina intensiva de preparação física no Marrocos para se recuperar a tempo de entrar em campo e ajudar o Real em uma possível final contra Auckland City ou San Lorenzo, que fazem a outra semifinal. O corpo técnico que vem acompanhando James garante que o edema na panturrilha já está bem menor.

Carlo Ancelotti, que pode ver o título de melhor treinador do ano mais de perto a partir da eventual conquista do Mundial de Clubes, mostrou que está confiante na recuperação do meia. "James teve um pequeno problema, mas temos condições e opções para recupera-lo para a última partida do Mundial de Clubes. Já está correndo e vai realizar um trabalho isolado durante toda a semana, e esperamos que ele se junte ao grupo na quinta-feira", declarou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.